Raiz de lótus


O Daniel (Panela de Cobre) postou um tempo atrás sobre a ervilha torta. Fiquei surpresa quando li que algumas pessoas nunca haviam experimentado este alimento. Então tive a idéia de publicar sobre alimentos da cozinha japonesa, incomuns para a maioria dos ocidentais.
A raiz de lótus tem este nome porque é considerada uma dádiva, uma vez que nasce em meio à lama. O japonês chama de renkon.
O renkon deve ser descascado, cortado em fatias e colocado de molho em água com vinagre. Aliás, o vinagre é o grande truque para deixar a textura crocante após a cocção.
Minha mãe refoga com pimenta. Ela aquece óleo em uma panela anti aderente, salteia pimenta vermelha em tirinhas, coloca o renkon escorrido, adiciona um pouco de sakê, tudo isso, mexendo sempre. Tempera com sal e shoyu (mais sal que shoyu). A textura final é crocante. Super simples e muito saboroso.


Postado por Nina Moori.

Comentários

Faz tempo que tenho vontade de provar isso, sabe onde encontro aqui em São Paulo? Só na Liberdade?
Oi Daniel, eu compro em alguns sacolões, ceasa, empórios e feiras. O ideal é que o renkon tenha formato e espessura uniforme e tenha a casca mais clara possível (é sinônimo de produto novo). O produto tem aparência suja quando antes de descascar.
Abs, Nina.
fezoca disse…
eu aprendi a consumir essa raiz na cozinha macrobiotica. faz muitos anos que nao como. obrigada pela dica, Nina! um beijo,
Natércia disse…
Obrigada pela sua vizita ao meu humilde cantinho,e a maneira como descreve as coisas para mim foi uma dádiva,um bjs Natércia...
Elvira disse…
Que vegetais bonitos! :-)
Sheila disse…
Não sei quanto ao sabor, já que nunca provei, mas a aparencia é linda! Acho a raiz de lótus um charme só, com esses buraquinhos todos, rsrs
Eliana Scaramal disse…
Sempre vejo aqui perto de casa mas não sabia como preparar. Adorei!
Nossa, que interessante!
Nunca tinha ouvido falar nessa raiz. Agora fiquei com vontade de experimentar.
Beijos,
Débora
Oi Fezoca, a cozinha macrobiótica usa muita raiz realmente.
Natércia, Elvira, Sheila e Eliana, pretendo (sempre que tiver oportunidade) postar sobre alimentos poucos usuais na mesa ocidental. Obrigada pela visita,
Nina.
Oi Débora, a raiz de lótus não só utilizada em cozinhas orientais, mas também em contemporâneas (em finalizações, já vi frito). bjo, Nina.
Anônimo disse…
gostei muito do seu blogg, gostaria de poder contar com a sua colaboração me informando onde posso encontra a raiz de lotus para comprar.. preciso fazer um tratamento para asma.

Por favor enviar informações para o e-mail : cleonicev@yahoo.com.br

agradeço muito.

Um abraço

Cléo vieira
shamatar disse…
Provei a raiz de Lótus no restaurante Ban, na Liberdade, em SP. Muito saborosa!!

Postagens mais visitadas