Castanha de caju

Diretamente de Itaueira no Piauí. A moça (A.) que trabalha aqui em casa é piauense e passou as férias na sua terra natal, Itaueira. Ela sempre me traz algum alimento típico de sua terra (desta vez eu ganhei: farinha de tapioca, mel, castanha de caju e carne de cabrito seca - ainda não sei como preparar esta carne, vou pesquisar e depois posto aqui).
Na verdade, a fruta é a semente (castanha) e a parte carnosa é o pseudofruto (ou pedúnculo carnal).
Eles consomem a parte carnuda do caju in natura e em passa (colhe-se a variedade menor e deixa secar até desidratar), já a castanha precisa ser secada ao sol, torrada e depois retirada a película (na mão!) uma a uma.


Postado por Nina Moori.

Comentários

laila radice disse…
o trabalho hein...mas vle a pena pq é maravilhoso! acho q é uma das minhas preferidas, qdo o assunto é castanhas... bjos Nina e a foto ficou linda!
Unknown disse…
Pois é Laila, ela trouxe torrada, mas ainda com película. Teve o trabalho de descascar tudo antes de me presentear! bjo.
eta delicia! que sortuda!
eu ando pensando em fazer um sorvete de castyanha de caju. ando pensando obcessivamente... ;-)

bjs,
Unknown disse…
Nossa Fezoca, mas que idéia! Mas como? Talvez cozinhar as castanhas no leite ou creme de leite para dar sabor e depois agregar a farinha de castanhas de caju? bjos, Nina.
Anônimo disse…
Nina, que mimos deliciosos...mas a carne seca diferente ficou martelando na caixola...como se come isso???
Um beijo!

www.mangiachetefabene.wordpress.com
Isabel Salvador disse…
adoro castanhas de caju...é uma maravilha..........adoro á tarde comer caju...com uma cervejinha fresquinha....bjokas
Unknown disse…
Oi Verena, perguntei para a moça que aqui trabalha (A.): não é tão salgada como a carne seca comum e nem tão dura. Ela cozinha com legumes...mas eu ainda não sei como vou preparar. bjo, Nina.
Unknown disse…
Oi Belinha, com cerveja fica realmente muito bom! à tarde, num dia quente....bjo!
Joaninha disse…
Que sortuda! Tanta coisa boa!!! Também quero! :)Beijinhos
Unknown disse…
Oi Joaninha, a A. é um amor, sempre lembra de me trazer algo. Ela diz que é importante conhecer os hábitos alimentares do pais que moro...bjo, Nina.
Valentina disse…
Sou do ceara e sempre que alguem ia nos visitar traziam sempre boas castanhas.
Heidi disse…
Oi Nina, castanhas me faz lembrar da minha infância la em Recife. Tínhamos vários pé de Cajú em casa, e sempre gostava de está ao redor do fogão de lenha da minha avó, onde ela assava as castanhas...
Unknown disse…
Oi Valentina, então sempre que come castanha lembra da sua terra, que gostoso!
Oi Dinha, as castanhas têm para você gostinho de casa de vó!
Todo mundo tem algum alimento que lembra a infância, isto é comfort food de verdade.
bjos, Nina.
Agdah disse…
Menina, você agora me transportou pra casa. Esse é o passatempo preferido da minha família, torrar castanhas, quebrá-las e comer com café preto, alí mesmo na beira da fogueira. Quando estão quentinhas, a "pele" sai no esfregar dos dedos.
Marizé disse…
Gosto muito de caju. Obrigada pela lição.
Unknown disse…
Oi Agdah, acho interessante aprender sobre a cultura local, principalmente num país tão grande qto o Brasil. bjo, Nina.

Postagens mais visitadas