quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Ovas de peixe


No bairro da Liberdade sempre encontro novidades e curiosidades gastronômicas. Certa vez, achei um lugar que vendia vários produtos derivados de peixe, mas o que chamou a atenção foi uma ova de tainha seca. Ela era curtida em sake, mirim e sal.
Acho que em risotto ficaria muito boa, mas sempre acabo fazendo com pasta (acho que é pela rapidez). Algo bem simples: massa curta cozida al dente, alho e cebolinha refogados em óleo, um pouco de sal, mirim e essa ova de tainha em pó (rale no ralador). Servi com mais ova em pó por cima, fio de azeite e flor de sal. E por favor, não coloque parmesão em cima do peixe!


Postado por Nina Moori.