Monaka


Muito parecido com o manju (vide post do dia 11 de julho de 2007). A diferença é que o doce de feijão azuki é envolto por uma camada de wafer bem fininha (à base de farinha de arroz), praticamente uma gaufrette.

Existem também com recheio de doce de feijão branco e de castanhas (purê de marrons).
É comum presentear as pessoas com uma caixa de monaka retribuindo favores e gentilezas.

Postado por Nina Moori.

Comentários

Marizé disse…
Isso deve ser delicioso! Gosto muito de oferecer, e receber (claro) docinhos.
Elvira disse…
Não conhecia, mas parece delicioso! :-)
Duly disse…
Nina eu ADORO os costumes e a cultura do Japão!Beijo
Sheila disse…
Esse eu nunca comi (nem vi, rsrs) -só o manju mesmo... acha facil na liberdade?
Laurinha disse…
Bela apresentação! Eu gosto de manju...
Beijinhos,
Mariângela disse…
Uma vez fomos a uma feira japa aqui em POA,na verdade uma mostra para comemorar a imigração japonesa no RS, e uns amigos nos apresentaram alguns doces de feijão,achei o gosto deles muito suave e delicado,diferente dos nossos costumes.Aqui é raridade encontrar..beijo!
Marizé, eu tbm! Acho delicado...rs

Elvira, por aqui encontro somente o importado do Japão.

Duly, normalmente os descendentes retribuem um convite de festa ou jantar, ou um favor com alguma coisinha (comidinha). Minha mãe até fala: vc nem fala japonês mas se comporta muitas vezes como uma! rs

Sheila, encontra sim, acho que nos mercadinhos de produtos orientais.

Laurinha, uma das coisas que admiro na cozinha japonesa é a forma delicada no cuidado da apresentação. (Eu como muito com os olhos)rs

Mariângela, qdo eu ia todaas as férias para o RS levava algumas coisas:chá japonês, folha de alga, doces orientais, raiz forte, sake, e outras coisas para os amigos...eles sempre disseram que era bem difícil encontrar esses produtos frescos.

bjocas a todas,
Nina.
Só conhecia o manju e olha que não como há tannnnnnnnnnnnnnnto tempo. Em breve irei até a Liberdade e vou comprar um desse, deve ser bom.
Beijos
Débora, toda vez que vou à Liba tenho que ir com dinheiro contadinho, senão compro muita coisa a mais...rs
bjo,
Nina.
Nina, além de freqüentarmos os mesmos lugares acabo de perceber que temos o mesmo problema na Liberdade! rs
(e olha que eu não conheço metade das coisinhas que compro por lá)
Débora, muitas coisas que compro nem possuem etiqueta com tradução em português ou inglês....rsrs
bjo,
Nina.
Eu também! Olho a embalagem, tento descobrir o que é com alguém da loja – nem sempre é possível pois muitos proprietário quase não falam português – e acabo levando por curiosidade.
Inclusive achei no centro uma lojinha Chinesa repelta de iguarias curiosas. Me arrisquei em umas bebidas diferentes e logo o Fernando e eu escreveremos sobre elas no blog.
Bjs
Débora
Dinha disse…
Hummmm, adoro Monaka!
Dinha, acho que é um doce bem delicado, acho linda a forma que embalam (um a um).

bjos,
Nina.

Postagens mais visitadas