Harmonização Gran Feudo Crianza e Costelinha com barbecue

Realizamos o segundo jantar virtual harmonizado em parceria com o blog "Le Vin au Blog". Desta vez, com a participação dos blogs: "Espressa-mente", "Le Vin Quotidien", "Após o Último Fracasso das Esperanças Radicais" e de Gerson (amigo da Rafaela e do Claudio).
A proposta desta vez foi harmonizar o vinho Gran Feudo Crianza 2003 (70% de tempranillo) da Bodegas Júlian Chivite com a Costelinha de porco com molho barbecue. Funcionou da seguinte forma: o Le Vin au Blog propôs o vinho e nós pensamos em uma receita que teoricamente combinasse.


O Gran Feudo tinha muita fruta vermelha, principalmente cereja, um pouco de baunilha e toque de pimenta, taninos finos e abundantes (ajudando na sensação de corpo), final herbáceo. Apresentou mais fruta e intensidade no início.

Na harmonização, o Marcel achou que o molho ficou com acidez acima do prato. Ele disse que se bebido antes do prato, acidificava e se bebido após o prato, ficava carente de acidez, quase xaroposo. Quanto ao peso do vinho e comida estava adequado, mas ele preferiu a primeira harmonização (post do dia 18 de setembro de 2007).
Eu achei que o tempero (barbecue) da costelinha atropelou o vinho. Concordei com o Marcel em relação á acidulada que o vinho dava quando bebido antes da comida.
Ainda tivemos um contratempo, durante a cocção da costelinha, acabou o gás (!) - casa de ferreiro espeto de pau...


Costelinha com molho barbecue:

Molho:
1colh. (sopa) de sal
1xíc. (chá) de ketchup
1colh. (sopa) de molho inglês
3 dentes de alho amassados
¼ xíc. (chá) de Bourbon
¼ xíc. (chá) de açúcar mascavo
¼ xíc. (chá) de vinagre de maçã
¼ colh. (sopa) de pimenta do reino em grão quebrada
Misture tudo e leve ao fogo para reduzir um pouco. Rende cerca de 1 ½ xícara. Esfrie.
Costelinha:
1Kg de costelinha de porco
Espalhe generosamente sobre a costelinha inteira (não separe os ossos). Reserve o molho restante.
Coloque numa assadeira com o lado do osso para baixo, cubra com alumínio. Asse à 160ºC por cerca de 1h30 minutos.
Retire o alumínio, aumente o forno para 180ºC. Pincele ou regue a costelinha com o molho reservado. Volte ao forno, pincelando várias vezes durante a cocção. Asse por cerca de 1h 30 minutos, ou a carne ficar tenra e soltar com facilidade do osso.
Se quiserem usar a churrasqueira, faça a primeira cocção no forno com alumínio e termine na grelha com brasa (não com chama alta).
Ainda podem também fazer a segunda cocção no forno com uma grelha em cima da assadeira. Façam como acharem mais prático.
Guarnição:
Legumes salteados com alho:
Batatas em cubos
Cenoura em cubos
Vagem em pedaços grandes
Alho picado
Sal
Pimenta do reino
Azeite
Salsa picada
Cozinhe os legumes separadamente em água salgada (pode usar a mesma água para cozinhar, comece pela cenoura, retire, cozinhe a vagem e depois a batata) até ficar al dente.
Refogue alho rapidamente em óleo (se desejar, use manteiga), junte os legumes e refogue. Acerte o tempero. Regue com azeite e polvilhe salsa picada. Mantenha quente até servir.

Gostamos da experiência de compartilhar impressões e aprender com outros blogs. Logo, logo faremos uma terceira edição. Todos estão convidados a participar da próxima harmonização virtual!

Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Sylvia disse…
Adorei a receita do molho barbacue,faz tempo que estava atrás de uma. Nina, em meu blog tem algo para vc.
Bjs
Flor de Sal disse…
Essas costelinhas estão com um aspecto que nem consigo descrever! Parabéns!!!
laila disse…
que bacana essa proposta dos jantares.,..vcs sao mto chiques emsmo!!! e a costelinha tá de matar! bjos
Parabéns pela segunda harmonização!

Para mim, é muito difícil a arte de harmonizar a comida e o vinho.
Uma pergunta que fiz ao Le vin au blog e que faço a vocês (caso conheçam o vinho) é se o vinho fosse o Oveja Negra Tempranillo-Touriga 2005, acham que o resultado teria sido melhor ?

Grande abraço,

Guilherme.
Nani do Paulo disse…
Essa costelinha parece-me muito saborosa, eu adoro costelinhas!
Sylvia, esta receita é uma adaptação do Marcel. Gosto do resultado dela, caso vc não queira usar ketchup, substitua por massa de tomate.

Obrigada Flor de sal, o Marcel quem fez!

Laila, o dia que vc se interessar, participe, chame sua família e amigos (é só avisar e te mandamos a receita e o vinho).

Gulherme, vou deixar esta questão para o Marcel responder.

Nani, tbm adoro costelinha, gosto muito de carne de porco em geral, mas a costelinha é a parte preferida.

bjo e abs,
Nina.
Le Vin au Blog disse…
Oi, Nina!
Gostei muito da experiência da harmonização. Espero que a próxima edição não demore. :)
Entrei aqui para te mostrar um outro blog que mantemos (mais eu do que o Claudio). Entre lá:
http://cenasdorio.blogspot.com
Beijos.
Rafaela
Rafaela, tbm espero! Vamos aguardar todos os blogs postarem sobre esta harmonização e partimos para a próxima.
bjo,
Nina.
Guilherme, ainda não provei este vinho. Mas em relação ao Gran Feudo, acho que o vinho deveria ter concentração e acidez maiores.
Se este perfil combinar com o Oveja Negra, acho que o resultado poderá ser melhor.
abs,
Marcel.
Laurinha disse…
hummmmmmm, há tempos que estou ensaiando fazer umas costelinhas em casa... adorei!
Beijinhos,
Marizé disse…
Para mim, já foi uma honra ter tentado encontrar esse vinho, não consegui... paciência!
Mas esse molho eu vou provar, ai isso vou!
Beijocas
Laurinha, gosto muito de costelinhas...tanto com este molho qto cozidas com missô (na próxima vez que fizer eu posto).

Marizé, uma pena mesmo não ter encontrado, quem sabe nas próximas?!

bjinhos,
Nina.
Cris disse…
Nina, só de ver... fiquei com água na boca...

Postagens mais visitadas