Cafés em Montevideo

Confesso que preciso de pelo menos uma dose diária de café.
Toda vez que viajamos, pesquiso sobre pontos turísticos, restaurantes, bares, confeitarias e cafés. Fiz uma lista razovelmente extensa sobre endereços de cafés interessantes para visitar no Uruguay.
Percorrendo a cidade de Montevideo nos deparamos com um dos Cafés/Confiterías listados, a Oro del Rhin (Convención 1403, esq. Colonia), um local tradicional no cento da cidade e com decoração atemporal.
Como havíamos almoçado há pouco tempo, pedimos apenas dois espressos ristrettos.
Não somos especialistas em café, apenas gostamos de saborear um bom espresso, mas creio que nos serviram algo estranho, sem presença de crema, com sabor exótico (lembrava borracha queimada) e sem corpo.


Preferi pensar que foi um evento isolado e que em breve encontraríamos ótimos cafés.
Faixa de preço: $ (cerca de R$3,00 por pessoa)

No dia seguinte, fomos tomar café da manhã no Amaretto Bakery Café, localizado no bairro de Pocitos. Um estabelecimento com decoração moderninha e clean.
Pedimos dois espressos, um pequenino Brioche con queso (estilo Fontina), Ciabatta Caprese e Rellenito de manzana. Apesar de pequenos (tamanho de pão de queijo), os pães eram bons.





Apesar de pedirmos espresso ristretto, o café foi servido lungo. O sabor? Lembrava aquele café-de-coador-da-fazenda.



Faixa de preço: $ (cerca de R$9,00 por pessoa)

Tomar café da manhã em um dos cafés no centro de Montevideo nos pareceu convidativo e charmoso. Não me recordo exatamente que dia da semana era, mas a Ciudad Vieja ainda estava calma. Um dos poucos estabelecimentos abertos aquela hora da manhã era o Café Bacacay. Nos sentamos em uma das mesas com visão para o Teatro Solís.
Pedimos dois espressos e dois sanduiches de miga - café ruim (muito parecido com o do Oro del Rhin) e sanduiche bem simples (sem boa relação de custo e benefício).


Faixa de preço: $ (cerca de R$15,00 por pessoa !)

A última tentativa de beber um espresso correto (a esta altura eu só queria um café correto, nem precisa ser maravilhoso) foi no Philomène Café (Solano García, 2455 - Punta Carretas). Chegamos à este café após ler uma sinopse no site El Gastronauta. Um estabelecimento com um certo ar europeu e decoração de casa de boneca.
Bebemos um jugo de pomelo (suco de toranja/grapefruit), um espresso e um té Jardín de Sicilia (chá preto com zeste de laranja e limão). O café até que tinha uma crema rala, mas estava aguado. O chá foi uma surpresa (boa!), bem apresentado e com aroma delicado, serviria bem duas pessoas.



Faixa de preço: $ (cerca de R$8,00 por pessoa).

Postado por Nina Moori.

Comentários

EM! disse…
Os cafés são sofriveis mesmo. deve ser por isso que sao acompanhados quase sempre de um copo tipo americano de agua! :op

bjs

obs. pelo lido voce gosta do café "estilo" paulista! rs...
Gourmandise disse…
Mudamos para o chá durante a viagem. Realmente não sei se era máquina ruim, tosta errada, qualidade dos grãos, falta de pressão ou se apreciam o café da forma que encontramos.

bjo,
N.
Mariana disse…
Sofri para tomar um bom café no Uruguai, tentei até o ultimo dia e desisti. Infelizmente a qualidade da bebida é péssima. A torra é feita com açucar, café tipo "glaceado" para tentar esconder os defeitos da bebida rio, ja que tal façanha é impossivel.
Gourmandise disse…
Oi Mariana,
Não sabia sobre a torra do café uruguaio.
Mudar para o chá foi a melhor coisa que fizemos.
abs,
N.
fqsoares disse…
Realmente tanto no Uruguai como na Argentina 'e dificil tomar um bom cafe espresso ou mesmo coado. Por uma razao simples. A maior parte do bom cafe produzido no Brasil 'e exportado para paises como Alemanha, italia, Japao, etc. Como estes paises(Uy e Ar) nao sao produtores do grao, resta a eles o produto de pior bebida e maior numero de defeitos. A saida 'e nao tomar cafe puro nestes paises e optar por bebidas que contenham algo mais, alem do cafe.
JULIO BALASSO disse…
Estou em Montevideo, e por acaso, buscando comentários sobre restaurantes e cafés, me deparei com o seu blog. Encontrei um café bastante honesto dentro do Shopping Punta Carretas de nome Bonafide. Com matéria-prima brasileira, colombiana e centro-americana e torrefação ao estilo espanhol, argentino e italiano. É uma franquia argentina com grãos de boa procedência. Enfim, agrada bastante!
http://www.bonafide.com.ar
Gourmandise disse…
Julio, obrigada pela dica. Na próxima viagem ao Uruguay experimentaremos o espresso na Bonafide.

N.
Anônimo disse…
Pois, na sorte, entramos no Café Jacinto hoje e o café era realmente bom.
11
Anônimo disse…
Olá. Estava essa semana em Montevideo e também me chamou atenção o gosto do café deles. Realmente é ruim, até no café com leite dá pra sentir um gosto bem estranho...

Postagens mais visitadas