Pão com alho negro au levain (fermentação natural)

A Marisa contou que no Japão, as receitas com o alho negro são mais ousadas: no sorvete, no manjar de amêndoas e com iogurte.
Ainda não fui tão longe. Quem sabe um dia me sinta mais confortável em aventurar pelo este fantástico mundo.
Por enquanto, este ingrediente só complementou a minha pequena saga dos pães de fermentação natural.

Gourmandise pão com fermento natural

Pão (fermentação natural) com alho negro:
(um pão médio - 100% = 100g)
35% de Pierre (levain)
35% de água mineral
35% de farinha de trigo orgânica
Misture tudo, cubra com filme plástico e deixe crescer até dobrar de volume.
150% de farinha de trigo orgânica
140% de farinha de trigo integral orgânica
10% de farinha de gluten
180% de água mineral
5% de sal marinho
Procedi como de costume.
Depois que cresceu, abri em formato retangular, espalhei 12 dentes de alho negro sem casca, modelei e assei.


O aroma do alho se espalhou por todo o pão. Os dentes de alho assados ficaram ainda mais doce. Quem sabe na próxima, um Pain de Campagne com alho negro...

Dúvida sobre os pesos e medidas dos ingredientes? Clique aqui.

Postado por Nina Moori.

Comentários

ameixa seca disse…
Nunca vi esse alho por aqui. Mas adoro o alho comum, acho que esse ainda deve ser melhor :) O pão ficou bem bonito!
FOFIS disse…
Fiquei com vontade de experimentar fofis
Chopp disse…
sem comentários, simplesmente demais...
Marisa Ono disse…
Fiquei com inveja. Mesmo. Tirei o fermento que estava esquecido na geladeira e comecei a trabalhar com ele hoje.
Anônimo disse…
É de dar água na boca. Mas Marisa, o que é Pierre(levain)?
Gourmandise disse…
Pierre é o nome do meu fermento natural tipo levain. Para olhar a receita do levain, clique sobre o nome Pierre na receita.
Marisa Ono é o nome da pessoa que confecciona o alho negro.

att,
N.
Anônimo disse…
Você faz mesmo esses pães? Nunca vi pão caseiro ficar com a casca tão grossa e crocante.
O da foto parece comprado em qualquer padoca.
Gourmandise disse…
Se conseguir seguir exatamente as receitas que publicamos, inclusive os fermentos naturais, conseguirá pães iguais ou até melhores.

N.
Sônia disse…
Com uma cervejinha.
Anônimo disse…
Oi, Nina! Dei início à preparação da esponja há aproximadamente 12h. Criou muitas borbulhas e desenvolveu maior acidez, mas não dobrou de volume. Achas que devo esperar mais tempo, dar início à preparação do pão ou simplesmente descartar a esponja e tentar novamente? Utilizei a receita do french levain (Pierre) já pronta há pouco mais de uma semana - devidamente realimentada e armazenada.

Abraços,
V.
Gourmandise disse…
V., a esponja não aumentou nada no volume? No geral, a esponja cresce em 4-6 horas. Melhor descartar e fazer outra esponja. Verifique se não há resquício de detergente, use água filtrada e evite metal (prefira vidro, porcelana ou até plástico). Deixe uma pequena fresta ao cubrir para o fermento "respirar" e forçar uma fermentação malolática (menos ácida e mais aromática). Não misture os ingredientes da esponja com muito vigor, apenas deixe homogêneo.
Se preferir trocar ideias via e-mail: gourmandisebrasil@hotmail.com

abs,
N.

Postagens mais visitadas