Marcel - SPRW 2010

Na última edição do Restaurant Week, as filas para entrar no restaurante Marcel estavam enormes. Por isso, aproveitamos a noite de segunda-feira, sempre mais calma, para jantar nesta casa.

Couvert (não fazia parte do menu do SPRW): Manteiga com flor de sal, Terrine de coelho, Chutney de tomate e pães variados.


Entradas: Sopa fria de abobrinha e alho poró e Salada de folha com queijo parmezão ao vinagrete de mel de engenho - a sopa, uma versão da Vichyssoise, estava delicada e cremosa e a salada estava correta.



Pratos principais: Medalhão de filet mignon ao molho de mostarda escura com batatas rusticas e Suflê de batatas confitadas, lingüiça e cebola roxa - a carne veio à mesa no ponto de cocção pedido e o soufflé estava delicioso.



Sobremesa: Sorvete artesanal (sorvete de tapioca e chocolate) - o de chocolate era pouco doce e cremoso (melhor que muitas sorveterias) e o de tapioca ficaria melhor se fosse confeccionado com pérolas de tapioca.


Acompanhamos o jantar com uma garrafa de Tilia Pinot Noir 2008. Seria melhor ter ficado somente na água, o vinho apresentou uma estranha petillance, talvez indicando uma leve refermentação em garrafa.

O serviço foi cordial e atencioso, mais que competência, destaca-se pela consistência. O cofrinho para a contribuição social veio à mesa assim que solicitado.
Quem sabe neste ano, o chef Raphael Despirite inicie um projeto de um novo restaurante onde as instalações tenham mais a "sua cara".

Faixa de preço: $$ (vinho) e $ (couvert)

Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Caio disse…
Interessante, quando vocês sairam o restaurante estava lotado? Ou este ano esta mais calmo?
Gourmandise disse…
Quando saímos do restaurante, cerca de nove e meia da noite, tinha uma pequena fila.

N.
Luciana B. disse…
Adorei!! Faz aaaanos que não vou ao Macel, ainda estava naquela que lá quase só tem suflê... Aguarod mais notícias da RW 2010. Um beijo,
Caio disse…
Vou ver se consigo ir na segunda-feira a noite, creio que por volta das 8 hrs da noite.
Anônimo disse…
Tenho lido muitas críticas ao Restaurant Week em São Paulo. Vejo que no geral, vocês até que pegaram leve nas críticas.
Concordo em parte com os apontamentos tão rigorosos de vocês gastrônomos.
Uma das razões da existência e do sucesso (quer queira, quer não) é a democratização da gastronomia. O que pode ser cotidiano para quem é da área, pode ser chic e inovador para o grande público. Sim, porque vocês podem lançar tendências de mercado, mas nós, consumidores normais é que damos continuidade ao projeto. Nós é que sustentamos as suas inovações. Nós que nos alimentamos em self-service no almoço e economizamos para conhecer um pouco da alta gastronomia.
Ao mesmo tempo entendo que as pizzarias e fast foods não foram felizes na adesão ao evento. E outros restaurantes montaram um menu safado (isso é palavrão?) subjulgando a massa consumidora.

R.

Postagens mais visitadas