O jantar

"Atraímos os nossos iguais."
Esta frase também é verdadeira quando nos referimos àqueles que apreciam ingredientes exóticos. Muitos de nossos amigos fazem parte do que consideramos um feliz grupo, o dos apreciadores da (eno)gastronomia.

Num jantar passado na casa de F...
Entradas: Picorocos e Locos (abalones chilenos) com aïoli, harmonizados com Clos du Tue-Boeuf Frileuse 2005. Estes crustáceos possuem textura e paladar delicados.




Prato principal: Boudin Noir Anne Rozès (confeccionado pelo chef basco Christian Parra), guarnecido por batata cozida em rodelas, maçã e mini cebolas grelhadas - harmonizado com La Massa 2004 (levado pelo amigo A., ameixa, bons taninos e aromas tostados) e Moulin de La Lagune 2000 (amora, chocolate, toque de pimenta, baunilha e taninos finos) ambos ótimos vinhos. Infelizmente, perdi a foto do boudin empratado (corta-se em fatias de 2-3cm e grelha-se em fogo alto com óleo de amendoim, servindo sobre a maçã). Só posso dizer que foi o melhor boudin noir da minha vida.


Gourmandise melhor boudin noir do mundo


Postado por Nina Moori.

Comentários

Anônimo disse…
Boudin noir é linguiça de sangue?
Gourmandise disse…
Boudin noir é um embutido confeccionado com toda a cabeça do porco triturada, lentamente cozida e, no caso do basco Parra, com adição de legumes e cebola. Agrega-se sangue de porco e pimenta.
Uma iguaria!

N.
Anônimo disse…
Quanta comida estranha.
Gourmandise disse…
Estranho é relativo. Não acredito que os chilenos considerem o picoroco e o loco estranhos. Tampouco um francês, o Boudin noir.
Somos apenas curiosos admiradores da gastronomia.
E a curiosidade instiga o aprendizado.

abs,
N.

Postagens mais visitadas