Seis vinhos, seis países

Estes vinhos foram provados em uma degustação no hotel Senac de Campos de Jordão. Vale destacar que os vinhos melhoraram muito em taça e todos receberam mais de 90 pontos de Parker.


Pioneer Block Pinot Noir 2007 Saint Clair - 100% Pinot Noir da região de Marlborough, Nova Zelândia. Fruta bastante intensa, taninos finos e ótima acidez. R$122,00.




Tabalí Reserva Especial Syrah 2007 - Com vinhedos no Vale do Limarí, extremo norte do Chile, a vinícola Tabalí produz este Syrah de estilo mais australiano que francês. Fruta muito madura, textura aveludada e a típica pimenta preta. Aproximadamente R$80,00.




Doña Paula Selección de Bodega Malbec 2005 - Este Malbec provém de vinhedos em UgartecheLuján de Cuyo. Embora não esteja entre as castas que prefiro, é inegável que se trata de um grande vinho. Violeta, ameixa preta (ciruela) e mineral (grafite) com carvalho de boa qualidade e taninos finíssimos. R$216,00.




Wallace 2006 Glaetzer Wines - Mais conhecido pelo ícone Amon-RaBen Glaetzer produz esta cuvée mais simples (70% Syrah e 30% Grenache) que apresenta fruta madura, pimenta preta, estrutura inesperadamente mais elegante com taninos intensos. R$115,00.




Quinta Sardonia 2004 - A assinatura de Peter Sisseck (Pingus) já serve como credencial da qualidade esperada. O assemblage de 36% de Tinto Fino com 30% de Cabernet Sauvignon, 20% Merlot, 5% Syrah, 5% Cabernet Franc, 3% Malbec e 1% de Petit Verdot cultivados biodinamicamente em Sardón del Duero se traduzem em um vinho bastante complexo. Especiarias, frutas, empireumáticos, mineral... R$293,00.




Il Blu 2006 La Brancaia - Pertencente ao casal suíço WidmerLa Brancaia está localizada na região do Chianti Classico e conta com a consultoria de Carlo Ferrini. Este supertoscano é composto por 50% de Sangiovese, 45% de Merlot e 5% de Cabernet Sauvignon. A ótima acidez e o caráter de fruta fresca com leve rusticidade mostram a dominância da Sangiovese. Em complemento, a madeira bastante perfumada, grande estrutura e taninos que impressionam (positivamente). R$380,00.


Postado por Marcel Miwa.

Comentários

Anônimo disse…
Nunca havia comentado no blog de vocês. Vim comentar para dizer que gosto muito de ler sobre os vinhos e as harmonizações, ao contrário de algumas pessoas. Conheço pouco sobre vinhos, mas o blog me desperta curiosidade ao descrever as sensações de uma degustação.

obrigado.
Anônimo disse…
Todos estes vinhos parecem ótimos, mas por que não postam sobre vinhos mais comuns, como o Casillero del Diablo?
Gourmandise disse…
O Casillero del Diablo é um vinho muito conhecido. Quem aprecia vinhos provavelmente já degustou pelo menos uma taça deste rótulo.
Não é mais interessante publicarmos sobre outros vinhos?

abs,
N.

Postagens mais visitadas