Arroz com farinheira

Sardinhas em conservas e arroz carolino no Apolónia, azeitonas e queijos no Club del Gourmet do El Corte Inglés, chás e chocolates na Cacao Sampaka, geleia, latas de atum e gin na Las Vides e dos vinhos na Garrafeira Nacional disputaram o espaço entre as roupas na mala de viagem.
Jurava que não precisava de mais nada quando entrei no Dutyfree de Lisboa, mas não resisti ao ver a farinheira de porco preto (leia mais sobre a farinheira aqui) e um queijo do Azeitão.


Arroz com farinheira: Cozinhe uma farinheira (cerca de duzentos gramas - faça furos com garfo para não estourar) em água filtrada por vinte minutos em fogo médio. Escorra e reserve o caldo da cocção. Retire a pele da farinheira e amasse com garfo.
Refogue uma cebola picado, dois dentes de alho fatiados, duas cebolinhas picadas e meia pimenta dedo de moça fatiada em azeite. Una cento e oitenta gramas de arroz Carolino. Adicione cinquenta mililitros de Bagaceira (substitua por Grappa). Cozinhe em fogo baixo, acrescentando o caldo da cocção da farinheira quente aos poucos. Se faltar líquido, acrescente água filtrada quente. No meio da cocção, acrescente três quartos da farinheira amassada.
Adicione o restante da farinheira, um pouco de salsa fresca, misture bem, verifique o sal e sirva bem quente.


Postado por Nina Moori.

Comentários

Silvia - BH disse…
Nina, o que é farinheira?è feita de que? E porque tem este nome, sabe dizer? Ao que parece, nada tem a ver com farinha.
Gourmandise disse…
Silvia, acrescentei dois links sobre a Farinheira no post. Obrigada pela observação.

bjo,
N.

Postagens mais visitadas