Krantz cake

Um bolo de massa levedada e doce de origem germânica. Lembro de ter experimentado, anos atrás, um Krantz cake com semente de papoula e marzipan no recheio.


Krantz cake: Dan Lepard and Richard Whittington - com algumas modificações
(um pão grande - 100% = 500g)
Massa:
100% de farinha de trigo
2% de fermento biológico seco
0,4% de sal marinho
30% de açúcar orgânico
3% de água morna
30% de cream cheese em temp. amb.
30% de creme de leite fresco em temp. amb. (misture com 12g de suco de limão)
30% de manteiga derretida em temp. amb.
16% de gema de ovo caipira
Recheio:
20% de nozes sem casca
20% de açúcar orgânico
20% de chocolate amargo 70% ralado
Glacê:
10% de açúcar orgânico
6% de água
Misture uma colher de farinha de trigo com o fermento e a água. Cubra e deixe descansar por 2h.
Bata na batedeira com auxílio do paddle, o cream cheese, o sour cream, o açúcar, a gema, a manteiga e a massa levedada. Troque o paddle pelo hook e una os ingredientes secos peneirados. Bata até obter uma mistura homogênea.
Transfira para um bowl untado, cubra e gele por 12 h.
Retire a massa da geladeira, 30 minutos antes de começar a trabalhar.
Processe as nozes com açúcar. Una o chocolate.
Abra a massa em formato de retângulo (5mm de espessura). Espalhe o recheio, enrole como rocambole. Disponha em uma grande (ou duas pequenas) forma de pão untada, torcendo a massa. Com uma faca afiada, dê um longo corte profundo de uma ponta do pão à outra (sem chegar ao fundo). Cubra e deixe dobrar de volume.
Asse à 180ºC por 15 minutos. Reduza para 160ºC e asse por 30 minutos.
Retire do forno e comece o glacê. Misture água e açúcar e leve ao fogo alto até dissolver. Verta sobre o pão ainda quente. Amorne e desenforme.


Na hora de servir, preferi aquecer e servir morno. Degustamos com Porto Tawny e Fondillon.

Dúvida sobre os pesos e medidas dos ingredientes? Clique aqui.

Postado por Nina Moori.

Comentários

Odete disse…
Seu bolo ficou lindo. E me trouxe lembrancas de minha Oma's Haus.

Bjs e bom fim de semana
Hummmm !!!
Man tu... isso é coisa de alemon mesmo! Mas nunca comi isso.
Bela dica pro Cozinha do Alemão fazer!

Abs e bom final de semana.
Vivian disse…
nunca provei nada igual. Fiquei com vontade de sentir a textura desse bolo


bom fds
Simone Izumi disse…
Que interessante!!
Diferente da odete, este bolo não me trouxe recordaçoes de minha batyan (hahahahaha...também pudera), mas me lembrei de uma amiguinha de infância que tinha descendencia alemã. Na verdade, me lembrei da mãe dela que cozinhava muito bem e fazia esses bolos substanciosos deliciosos.
bisous,
si
Luciana B. disse…
Oi Nina, que lindão... deu vontade! E minha sogra alemã nunca me falou deste bolo... anotado.
Bjs
clau disse…
Ah...estes brioches germanicos sao tudo de bom...!
E ver este seu deu uma baita de uma vontade de dar uma mordidinha...
Bjs!
Gourmandise disse…
A massa deste bolo/pão fica super macia e levemente ácida. A massa é pouco doce, o açúcar concentra-se no recheio. Acho que ficaria muito bom com marzipan no lugar do chocolate e com semente de papoula no lugar das nozes.
Este bolo também me lembrou uma amiga de infância, descendente de alemães!

bjos,
N.
ameixa seca disse…
Tem um aspecto delicioso, adorei :)
Anônimo disse…
Aonde conseguiu comprar as sementes de papoula?
Anônimo disse…
Quanto de marzipan e semente de papoula uso no recheio?
obrigada,
Mirta
Gourmandise disse…
Trouxe as papoulas do Chile.

Mirta, use 200g de marzipan e 100g de semente de papoula substituindo o receheio de nozes, açúcar e chocolate.

att,
N.

Postagens mais visitadas