Torta Chiffon de amora

Três caixinhas de amoras frescas se transformaram em uma torta.


Torta chiffon de amora:
(uma torta de 22,5cm - 100% = 100g)
pão de ló (base):
100% de ovos
80% de açúcar orgânico claro
80% de farinha de trigo
Bata os ovos com açúcar por 10 minutos. Incorpore a farinha de trigo com auxílio de espátula. Asse em forma redonda (fundo forrado com papel manteiga) de 24cm de diâmetro à 200ºC por 15 minutos. Desenforme e deixe esfriar sobre grade.
Encaixe o pão de ló no fundo de um aro de 22,5cm de diâmetro (cortando as laterais, se necessário). Reserve.

chiffon de amora:
300% de amora fresca (ou congelada)
370% de keffir (substitua por iogurte natural)
100% de açúcar orgânico claro
9% de gelatina em pó incolor
45% de água filtrada
60% de clara de ovo
Hidrate a gelatina com a água (polvilhe sobre a água). Reserve.
Liquidifque as amoras com o keffir. Coe e adoce com metade do açúcar. Gele.
Aqueça as claras com o restante do açúcar no banho-maria (não deixe ferver), mexendo constantemente com fouet até dissolver os grânulos. Retire do fogo e monte em picos médios, obtendo um merengue.
Enquanto isso, derreta a gelatina em banho-maria (sem ferver). Una a gelatina ao creme de amora, misturando muito bem com fouet. Incorpore o merengue com cuidado. Verta sobre o pão de ló no aro.
Gele por 3 horas.


Ops! Não utiliza balança para cozinhar? Verifique as transformações para colheres medidoras.

Postado por Nina Moori.

Comentários

Oi Nina, que idéia gostosa! Vou experimentar fazer, faço sempre iogurte, amabariss, cottage... uma chiffon levezinha e gostosa! (rsrsrs chiffon já é sempre levezinha) parabéns! bjos
Simples Assim disse…
Oi Nina,
Obrigada por partilhar conosco uma receita tão gostosa.
Bj,
Lylia
Gourmandise disse…
Edna, vou anotar a sua sugestão. Ainda não experimentei com amabariss.

Lylia, uma receitinha bem leve que pode ser confeccionada com várias outras frutas.

bjos,
N.
Anônimo disse…
que trabalhão para fazer um pão de ló e uma mousse. é tempo demais perdido.
Gourmandise disse…
Tem toda a razão, anônimo. Cada um deve perder o tempo com as coisas que consegue valorizar.

N.
Celia Regina disse…
Nunca provei uma chiffon mas sei que é uma (
mistura leve, pensei em fazer com massa podre (massa de bolachas) em baixo, pra que haja uma crocância
oi Celia,

Ótima ideia isar uma massa crocante para contrastar com o recheio.
Apenas uma observação: a massa de bolachas trituradas é diferente da massa podre (você encontra com o nome sablé sucrée).

N.

Postagens mais visitadas