Lenguas de culengue* e Azafrán del país

Nina: O que vamos jantar hoje?
Marcel: Não sei.
N. Vou olhar o que tem na geladeira.
N. Não tem nada na geladeira, nem um queijo...
M. E no armário?
N. Tem este pote de Lenguas de Culengue* (!?) e um pacote de Azafrán del país (!!!)...




...momento de reflexão...
N.: Você que trouxe esta tal de lengua de culengue* de Santiago, deveria saber o que é. O azafrán foi comprado num dos supermercados lá em Montevideo.
N.: Estas lenguas de culengue* parecem algum tipo de molusco. O azafrán del país lembra o açafrão, mas deve ser outra coisa. Dá uma procurada na internet.
...pausa para pesquisa...
M.: A lengua de culengue* é um tipo de molusco bivalve, algo como um vôngole maior e de colorção clara.



M.: O azafrán del país é o Crocus sativum, uma flor da família das Iridáceas. Também é conhecido por cártamo (safflower).
E o jantar daquele dia terminou em um risotto de lenguas de culengue* com azafrán del país (cebola, alho, arroz arbóreo, vinho branco seco, fundo de legumes caseiro, sal marinho e manteiga sem sal). Algo ítalo-sul-americano.

*a resposta para o post anterior (23.09.10)

Postado por Nina Moori.

Comentários

Luciana Betenson disse…
Dona Nina, até que eu cheguei bem perto, mesmo país e mesma família! e aí, eram boas as lenguas de culengue?
Le Vin au Blog disse…
Adoramos o diálogo. :)
Beijos. Saudades de vocês.
Ah, e feliz aniversário duplo - duplamente atrasado para vocês dois.
Rafaela
Silvia - BH disse…
Ops, isto mesmo, parabens e os meus bons votos.

E o Riesling, como vai?
Silvia - BH
Gourmandise disse…
Luciana,
As lenguas de culengue tinha sabor de um molusco tipo vôngole. Gostei.

Rafaela e Silvia,
Obrigada pelos votos! O Riesling continua um cão animado (corre de um lado para o outro e só faz o que quer).

bjos,
N.

Postagens mais visitadas