Cochayuyo

um amigo: Trouxe um presente do Chile para vocês!
Nina: O que é isso?
o amigo: É cochayuyo. Vi que já escreveram sobre isso lá no Gourmandise.
Nina: Mas não era deste tamanho?! Como usar?
a amigo: ?

Aquele cochayuyo com flor de sal era fácil de usar porque a alga estava seca e dentro de um moedor.
Também lembro de comer o hulte/huilte (outros nomes para cochayuyo) em um cebiche de vieira e peixe.
Depois de uma rápida pesquisa encontrei referências de receitas de saladas, tortillas e cozidos com o tal huilte. Escolhi fazer um cozido com batata e tomate.

a alga huilte seca e trançada


Estofado de cochayuyo: Deixe trinta gramas de alga de molho em água mineral (suficiente para cobrir) com quinze mililitros de vinagre branco por quatro horas. Escorra e cozinhe por dez minutos. Escorra e reserve. Refogue cebola com alho e una batata em cubos. Acrescente meia xícara de salsão em cubinhos e o cochayuyo. Adicione um tomate sem pele em gomos. Tempere com sal marinho e ají merquén.


Postado por Nina Moori.

Comentários

Le Vin au Blog disse…
É preciso ter muito cuidado com nossos desejos. ;)

Postagens mais visitadas