segunda-feira, 25 de julho de 2016

Cupuaçu com chocolate

A guloseima da semana veio da Bahia.
Este doce de cupuaçu não é cremoso ou pastoso como a maioria da versões no mercado. É banhado com chocolate e produzido pela Brasilis em Ilhéus. Poderia ser um pouco mais delicado e com apresentação uniforme.



Faixa de preço: $ (em Ilhéus)

Postado por Nina Moori.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Vinagre de kiwi

Vacilei e não fotografei o início da fermentação da fruta.  As imagens não são indispensáveis, mas didáticas.
Já imaginei em uma salada de erva-doce fresca, sobre pimentões assados, berinjela grelhada e na composição de um sorbet.


Vinagre de kiwi:
100% de kiwi sem casca e fatiado
125% de água filtrada ou mineral
5% de açúcar cristal
Dissolva o açúcar na água.
Coloque tudo em um pote de vidro largo esterilizado. Tampe com papel toalha e elástico. Deixe em local seco e escuro por 12-15 dias.
Coe com peneira para eliminar os pedaços de fruta e coe novamente com pano esterilizado.
Ferva e armazene em vidro esterilizado na geladeira.


Entenda o uso das percentagens aqui.

Postado por Nina Moori.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

O Gaveto - Matosinhos

Matosinhos é vizinha ao Porto e famosa por seus restaurantes de frutos do mar. Como estávamos a caminho do Minho, a parada no O Gaveto não foi nada estratégica, mas quem se importa se o restaurante é bom?
O lanche da tarde tinha sido farto, portanto pegamos leve no jantar e pedimos as amêijoas e um robalo assado (infelizmente sem foto).

aquário com lagostas

ameijoas à Bolhão Pato

Depois seguimos para nosso primeiro destino vinícola: Quinta de Covela com seus belos vinhos brancos.






Postado por Marcel Miwa.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Pão de manteiga

Pão de manteiga é brioche?
Nesta receita de pão temos leite, ovos e manteiga. Usei menos manteiga que no brioche então prefiro dizer que é um pão de massa enriquecida.


Pão de manteiga com fermentação natural:
(um pão de 20 X 9 cm - 100% = 200 gramas)
6,5% de fermento natural Pierre
11% de leite integral
20,5% de farinha de trigo
Misture, cubra com pano e deixe fermentar por 12 horas à 16-17℃.
100% de farinha de trigo
51% de leite integral
6% de xarope de agave
35% de clara de ovo (reserve a gema para pincelar)
1,5% de sal marinho
14,5% de manteiga sem sal temp. amb.
Quando a massa fermentada completar 11 horas, misture a farinha com leite e deixe repousar por 1 hora.
Adicione a clara, o agave e a massa fermentada à mistura de farinha. Cubra e deixe repousar à 12-14℃ por 30 minutos. Acrescente o sal e trabalhe a massa até ponto de véu. Incorpore a manteiga.
Deixe descansar em bowl coberto com pano por 4 horas (dobrando 3 vezes neste período).
Divida em três partes, boleie ou enrole e encaixe em uma forma de pão (untada com óleo e polvilhada com fubá). Coloque dentro de um saco plástico e lacre formando um balão (para não deixar o plástico grudar na massa).
Deixe crescer à 12℃ por 12-18 horas.
Abra o saco e deixe completar a fermentação à 17℃ por 2-3 horas.
Pincele gema e asse à 190℃ por 30-35 minutos. Desenforme e deixe esfriar sobre grade.


Tem dúvidas sobre o uso destas porcentagens? Clique aqui.

Postado por Nina Moori.

terça-feira, 19 de julho de 2016

Terreiro - Porto

Chegada à cidade do Porto e o que fazer até a hora do jantar? Comer alguma coisa!
Na verdade não fomos tão glutões assim. Primeiro um passeio pela estação São Bento e uma caminhada até a Ribeira do Porto.

estação São Bento

estação São Bento

igreja de Santo António dos Congregados e estação São Bento


cais do Porto

vista para Vila Nova de Gaia

Ribeira do Porto

Devidamente aclimatados ao local, tomamos assento no balcão do Terreiro (Largo do Terreiro, 11/12, Ribeira). Para começar a aventura local fomos de percebes e francesinha. Para arrematar, um pudim Abade de Priscos.
E prontos para aguardar até o jantar.

percebes

francesinha

pudim Abade de Priscos

Faixa de preço: $$$$ (por pessoa)

Postado por Marcel Miwa.