quarta-feira, 25 de maio de 2016

Cozido de lentilhas castanhas

O prato dia não tem ovo, carne ou manteiga. E mesmo assim ficou delicioso.
As lentilhas castanhas orgânicas foram cozidas com legumes e temperada com aquela pasta de huesillo.


Cozido de lentilhas castanhas: Refogue cebola, alho e salsão em azeite. Adicione vinho branco seco. Una as lentilhas castanhas lavadas, caldo de legumes quente (suficiente para cobrir) e pasta de huesillo. Adicione mais caldo quente aos poucos durante o cozimento. Após uns dez minutos tempere com flor de sal e pimenta do reino moída na hora. No final, acrescente ervilha fresca debulhada e salsa cortada grosseiramente. Regue com azeite.


Fumegante!


Bom feriado!
Voltamos no dia 30 de maio.

Postado por Nina Moori.

terça-feira, 24 de maio de 2016

Virado de abobrinha

É virado ou farofa?
Só sei que tem bacon, ovos, abobrinha, azeite e farinha de milho flocada.


Virado de abobrinha: Refogue bacon em fatias. Adicione cebola cortada. No fogo alto, acrescente abobrinhas raladas (ralo grosso, despreze as sementes). Faça uma cova no centro e una ovos e sal. Não deixe ressecar os ovos. Adicione farinha de milho flocada e pimenta do reino moída na hora.


Sirva o virado de abobrinha com feijão branco, bife ou peixe assado.

Postado por Nina Moori.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Honest artisan chocolate

Honesto porque é feito cacau cru, adoçado com néctar de agave, sem conservante, espessante ou aditivos e de origem ética? Pode ser.
O Honest chocolate é de longe o chocolate mais caro que já compramos.
A acidez alta e o sutil dulçor me agradaram.

nas versões grains of paradise (um tipo de pimenta de Ghana com toque cítrico) e mint (óleo de menta), ambos com 72% de cacau

E é bom? É correto. Tenho a impressão que adquirimos um pouco de conceito ao abrir a carteira. E não sou sovina.

Só espero que não se tornem mais um caso Mast Brothers.

Faixa de preço: $$$ (cada barra de 60 gramas)

Postado por Nina Moori.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Torta de chocolate e panna cotta

A massa para torta com cacau de ontem foi coberta com geleia de cereja negra da Anne Rozès, creme de chocolate (feito com o chocolate da Filha do Combu 100% cacau) e panna cotta clássica.

base de cacau + geleia de cereja negra

base de cacau + geleia de cereja negra + creme de chocolate

base de cacau + geleia de cereja negra + creme de chocolate + panna cotta

Torta com geleia de cereja negra, creme de chocolate e panna cotta:
(uma torta de 18 cm de diâmetro - 100% = 110 gramas)
uma base de massa de cacau assada
36,36% de geleia de cereja negra (use uma com frutas inteiras)
Espalhe a geleia sobre a base assada.
creme de chocolate:
80% de chocolate com 100% cacau
40% de creme de leite fresco
54,54% de xarope simples
22,72% de Maraschino
Faça um ganache e incorpore o xarope e o licor. Deixe esfriar. Espalhe sobre a geleia e gele para firmar.
panna cotta:
100% de creme de leite fresco
90,9% de leite integral
31,8% de açúcar orgânico claro
2,7% de extrato de baunilha
3,63% de gelatina em pó incolor (hidratada em 27,27% de água filtrada)
Faça a panna cotta, esfrie e espalhe sobre o reme de chocolate firme.
Gele por 3 horas e sirva.


Postado por Nina Moori.

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Massa para tortas

Existem inúmeras fórmulas de massa base para tortas. Só aqui no Gourmandise já postei algumas delas. 
E ficam as dúvidas? 
Usar manteiga gelada ou temperatura ambiente? Adicionar açúcar na massa? Misturar os ingredientes na mão, na batedeira ou no processador? Por que algumas receitas pedem sal na massa doce? Pode substituir manteiga pela margarina? Posso trocar a farinha de trigo por outra? Precisa gelar a massa antes de colocar na forma? 
Qualquer substituição, principalmente na confeitaria, tem suas consequências. Quando não temos muitas experiência ou pouco conhecimento químico e físico dos ingredientes, sugiro seguir as técnicas e respeitar as medidas exatas (já falei sobre isso aqui e aqui).

Massa básica para torta:
(um torta de 18 cm de diâmetro - 100% = 150 gramas)
100% de farinha de trigo
1% de sal marinho
0,25% de fermento químico
64% de manteiga sem sal gelada
13,3% de água filtrada gelada
Peneire a farinha, sal e fermento juntos (processe ou misture na batedeira com paddle). 
Adicione a manteiga em cubos e "belisque" com as pontas dos dedos, incorporando na farinha (pulsar no processador e velocidade baixa na batedeira). 
Quando obter textura de farofa, acrescente a água e misture rapidamente para incorporar. 
Forre o fundo e lateral de forma para torta de 18 cm de diâmetro. Nos dias quentes, embrulhe a massa com filme plástico e gele por pelo menos 30 minutos antes de colocar na forma.
Faça alguns furos na base com um garfo (seja gentil, não rasgue a massa), forre com filme plástico (sim, pode), espalhe grãos crus de feijão (depois, retire, esfrie e armazene para uso posterior) ou bolinhas de cerâmica próprias para este uso).
Asse por 15-20 minutos ou pré-asse por 10 minutos à 180℃.
Massa doce: adicione 15% de açúcar refinado, demerara ou mascavo e 2% de extrato de baunilha.
Massa de cacau: substitua 9% da farinha de trigo pelo cacau em pó.



Postado por Nina Moori.