quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Sobrou bacalhau?

E o que fazer com as sobras do bacalhau?
Ontem teve bacalhau assado e sobrou. Hoje reaproveitei o peixe para preparar tostadas. 


Descarte as batatas (porque ninguém merece batata requentada, né?), desfie o bacalhau em lascas, aqueça e incorpore azeite.  Monte sobre fatias de pão aquecidas, polvilhe pimenta do reino e páprica doce. Sirva com salada.


Outras duas ideias de como reutilizar as sobras do bacalhau: salada morna de grão de bico e lasanha .

Postado por NM.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Bacalhau ao forno

Toda família tem uma receita de bacalhau referida. Nós temos quatro.
O Marcel e eu fazemos bacalhau confitado e brandade, a mãe dele faz os melhores bolinhos do mundo e minha mãe assa com legumes.


Bacalhau ao forno: Ferva água em abundância e coloque as postas (ou pedaços) de bacalhau já dessalgadas. Após 5 minutos, escorra e reserve a água. Cozinhe batatas fatiadas na água do bacalhau até ficarem tenras. Em um refratário, disponha uma camadas de tomate italiano fatiado, batatas, bacalhau, pimentões vermelho e verde fatiados, cebolas fatiadas, coentro fresco picado e tomate. Tempere cada camada com azeite, pimenta do reino moída na hora e flor de sal. Cubra com folha de alumínio e leve ao forno à 250℃ por 40-45 minutos. Retire o alumínio, regue com mais azeite  e ligue o grill (deixe gratinar por 10-15 minutos).


bacalhau confitado do Marcel

Postado por Nina Moori.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Elderflower cordial

O sabugueiro no quintal é mais conhecido como a árvore do Riesling. Durante anos o nosso querido pastor branco brincava de esconder atrás desta árvore. Ele cresceu e o sabugueiro também.
Agora não temos receio de colher as flores para preparar shrub, sorvete, panna cotta, torta de maple, mousse de queijo com morango e finalmente cordial.
Quase "depenamos" a planta para recolher elderflowers suficiente para fazer o cordial.

flores de sabugueiro
Levamos quase meia hora limpando, retirando cabinhos, pistilos e afins das flores.


Elderflower cordial:
(uma garrafa grande - 100% = 750 gramas)
3,25% de flor de sabugueiro sem cabinho ou pistilo
100% de água mineral
66,6% de açúcar cristal
3,66% de ácido cítrico
18-20% limão siciliano
6,66% limão Tahiti
4,8-5% de laranja Bahia
Leve a água e açúcar ao fogo médio até dissolver. Desligue e una o ácido cítrico. Esfrie e una as flores, os limões e laranja cortados (retire as sementes). Cubra com filme plástico e
deixe por 48 horas em infusão na geladeira.
Na metade do tempo retire os cítricos.
Coe com peneira de trama fina.
Coe novamente com pano limpo e escaldado.
Engarrafe e mantenha na geladeira por até 3 semanas.

Sirva com água com gás (1 parte de cordial para 3 de água), espumante brut, aromatizar kombucha e como componente de um cocktail.


E como trabalhar com estas porcentagens?

Postado por NM.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Stroopwafel Jonker

A semana da casa Gourmandise começa com os waffles no estilo holandês.
Não é a primeira vez que o stroopwafel aparece por aqui, lembram daquele (eram melhores e mais caros).


Tentei "derreter" o recheio caramelado sobre a xícara de chá como manda o ritual, mas a massa deste biscoito não estava crocante e deu errado. Minha irmã sugeriu aquecer na frigideira. Estranho, não? E deu certo.


Faixa de preço: $ (em São Paulo)

Postado por NM.

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Sopa cremosa de couve-flor

E se na quarta-feira tivemos sorvete, hoje temos sopa para compensar.
Sopa quente e cremosa de couve-flor.


Sopa de couve-flor: Refogue uma chalota e um talo de salsão brunoise com manteiga e óleo de girassol. Una os talos de meia couve-flor. Regue com espumante seco (ou vinho branco) e caldo de legumes caseiro e quente. Cozinhe até amaciar e acrescente as flores da couve e um pouco de sal. Una pimenta do reino branca. Use o mixer. Sirva quente regando com um fio de azeite e sal de trufa.


Postado por NM.