sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Sorvete de abóbora

Vou tentar reabrir a temporada de sorvetes no Gourmandise. Já listei alguns sabores para testar e até repetir (sugestões?).
Cogitei fazer um sorvete com abóbora assada com mel e logo desisti quando me dei conta que a cozinha ficaria mais quente ainda. Mudei os planos e cozinhei a abóbora como aquele doce.


Sorvete de doce de abóbora:
(6 bolas - 100% = 300 gramas)
100% de doce de abóbora frio
100% de creme de leite fresco
0,6% de essência de baunilha
5% de rum claro
Misture tudo e coloque na sorveteira seguindo as instruções de uso da máquina.


Na próxima vez acrescentarei um pouco de coco ralado fresco.

Postado por Nina Moori.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Barriga de porco curada

O Marcel teve a ideia de curar barriga de porco em casa.
Na verdade queria mesmo era fazer guanciale, mas como foi difícil encontrar bochecha de porco ele utilizou um pedaço da barriga do porco. A receita foi tirada daqui com pequenas alterações.
Depois de 60 dias de cura este foi o resultado:

corte mais magro

corte com mais gordura

A primeira porção da barriga curada foi feita como Matriciana.


E a segunda foi parar no Carbonara.


Postado por Nina Moori.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

KitKat Pudding

Nina: mãe, o que está escrito aqui?
Mãe: mas o que é isso?! Japonês não tem mais o que inventar.
N.: mas você também é japonesa...
M.: hihihi

E foi assim que consegui decifrar o que estava escrito na embalagem do KitKat: sabor pudding.
Depois de tantos sabores inusitados descobrimos o KitKat para tostar.


KitKat tostado

E se vale a pena? É uma novidade divertida.

Faixa de preço: $ (no Japão)

Postado por Nina Moori.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

É de maracujá

Isso é um creme? Não.
Seria uma mousse? Não.
É de maracujá.
Poderia até chamar de Fruit fool se não tivesse adicionado um pouco de gelatina. O inglês fool é feito à base de um custard (com gemas, leite e açúcar), purê de frutas (o mais tradicional é de gooseberry), crème montée e pode ser aromatizado com xarope de flor de sabugueiro. No verão substituem o custard pelo iogurte drenado.
Mas minha versão é bem mais simples e seria um erro nomeá-la como Fool.


quase um Fool de maracujá:
(seis porções - 100% = 228 gramas)
100% de polpa de maracujá fresco
43,85% de água mineral 1
2,6% de gelatina em pó incolor
13,15% de água mineral 2
87,7% de açúcar refinado
17,5% de água mineral 3
73,24% de clara de ovo
Hidrate a gelatina na água 2.
Liquidifique a polpa com a água 1, coe e leve ao fogo até levantar fervura. Troque de recipiente e una a gelatina. Resfrie até obter consistência de clara de ovo crua.
Faça o merengue italiano com a água 3. Incorpore ao maracujá. Divida em copos, taças ou potinhos.


Postado por Nina Moori.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Kinryu Ramen - Osaka

Depois do takoyaki a fome não era tão grande para um restaurante, mas a saciedade também não suficiente para voltar ao hotel sem comer mais nada. Ao dar mais alguns passos pelo Dotonbori havia o ramen Kinryu.
A cozinha aberta com apenas dois cozinheiros, o cheiro do caldo e a fila nos daram alguma confiança. 
Como muitas casas de ramen (lamen) no Japão o pedido é feito em uma máquina na entrada. Sim, o idioma pode ser um obstáculo, mas as imagens identificam cada tipo de lamen. Depois do pagamento feito e  ficha entregue no balcão é procurar um assento. Cinco minutos depois a sua tigela está pronta.


escolha o seu prato através das fotos

Escolhi o ramen com caldo de porco e lombo. A pimenta e cebolinha em conservas e kimchi são oferecidas Iivremente no balcão.



Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.