quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Trigo grosso com carne

Na última sexta-feira fomos ao aniversário de um amigo descendente de sírios. Um dos pratos servidos foi o trigo grosso cozido com carne de carneiro e servido com coalhada e snoobar (pinoli/pignole). Estava tão gostoso que tentei reproduzir em casa.


Trigo grosso cozido com carne: refogue duzentos gramas de carne moída (usei patinho - o açougueiro perto da minha casa não tinha carneiro) em óleo de girassol até dourar, una sessenta e cinco gramas de cebola fatiada e quatro gramas de alho fatiado. Refogue por alguns minutos e adicione duzentos gramas de burghul de moagem grossa (trigo grosso - aquele moído fino da marca Y. não serve). Acrescente cinquenta mililitros de vinho branco seco e trezentos mililitros de caldo de legumes caseiro (adicionei canela em pau e um cravo) e um pouco de sal. Deixe ferver, tampe e desligue. Aguarde cerca de quinze minutos ou absorver o líquido. Verifique a cocção (pode acrescentar mais caldo - desta vez use o líquido quente) e sal. Una pimenta vermelha seca (ou a pimenta síria que não tinha em casa) e hortelã fresca picada. Sirva quente com duzentos gramas de coalhada (ou iogurte natural drenado com filtro de papel - fica ótimo com o iogurte grego de verdade, sem dulçor e gomas espessantes que só enganam), mais pimenta e snoobar tostado.


Substitua a carne pelo frango desfiado ou moído ou lentilha cozida (neste caso sirva com cebola caramelizada).

Postado por Nina Moori.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Bolo de banana com cobertura de chocolate

O tradicional bolo de banana feito no liquidificador ganhou cobertura cremosa de chocolate com Grappa no final de semana passado.


Cobertura cremosa de chocolate:
(suficiente para acompanhar um bolo de 15 cm de diâmetro - 100% = 60 gramas)
100% de leite de amêndoa (substitua por outro leite não adoçado)
6,7% de amido de milho
25% de açúcar refinado
30% de chocolate amargo (60% de cacau)
10% de Grappa (Whisky, Rum ou Cognac)
Leve ao fogo o leite, amido e açúcar misturando com fouet. Deixe engrossar e retire do calor, una o chocolate e misture até derreter. Una a Grappa e sirva regando o bolo (reserve uma parte em uma molheira).


Postado por Nina Moori.

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Don Peyo e La Destileria - Santiago

Os chilenos chamam de "picada", um restaurante afastado do centro urbano, um achado em local inesperado. O Don Peyo é um desses lugares. Fica no bairro de Ñuñoa e não há qualquer placa indicando o nome da casa. 
O cardápio é daqueles tradicionais que servem um pouco de tudo. 
Pedimos apenas algumas entradas e seguimos para o La Destileria.

ostiones

ceviche

pimientos rellenos

machas a la parmesana


Depois no bar:

whiskies Ardbeg, Macallan e Talisker

Faixa de preço: $$$$ (por pessoa em cada estabelecimento)

Postado por Marcel Miwa.

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Stroopwafel

uma leitora: "poxa vida Nina, nenhuma daquelas gordices que posta no Gourmandise vendem no Brasil. Vou começar a enviar e-mails com indicações de produtos para você experimentar."

E enquanto as indicações não chegam, começo a semana com uma guloseima que não é japonesa: o stroopwafel, um biscoito waffle tipo holandês recheado com calda caramelo do Moinho Wafers.


Contrariei a tradição de servir o stroopwafel com chá e ofereci para amigos com o café da tarde.


Faixa de preço: começou em R$ 35,00 e terminou por R$ 15,00 com a lata (depois de uma negociação em uma feirinha de gastronomia)

Postado por Nina Moori.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Arroz cremoso com milho e umeboshi

A.: olha, tem risotto!
Nina: Não é risotto. É arroz cremoso.

E assim foi o diálogo com A. sobre um almoço improvisado.
Tinha arroz carolino, uma espiga de milho doce japonês, caldo de legumes descongelado e um pouco de umeboshi desidratado.


Arroz cremoso de milho (ou o almoço improvisado): Refogue alho em pasta com azeite, una o arroz carolino. Adicione um pouco de sakê. Acrescente o milho doce (cozido e debulhado). Una caldo de legumes quente aos poucos. Tempere com flor de sal e pimenta do reino branca moída na hora. Desligue e finalize com umeboshi seco fatiado e manteiga sem sal gelada. Misture até incorporar e sirva imediatamente.


Postado por Nina Moori.