Smørrebrød e Champagne


Smørrebrød com Champagne foi o tema da vigésima harmonização. A proposta era reproduzir o pão de centeio e grãos em casa, montar smørrebrød e beber com um Champagne (bebida proposta pelo casal do Le Vin au Blog).
A receita do pão foi criada com base nos brøds/brøts alemão, sueco e dinamarquês, densos e úmidos.

Pão de centeio e grãos:
250g de farinha de centeio
250g de farinha de trigo integral
62,5g de trigo em grão (quebre ligeiramente no processador ou no pulsar do liquidificador)
62,5g de aveia em flocos grossos
62,5g de semente de girassol
62,5g de semente de linhaça
12g de sal marinho
10g de fermento biológico seco
500ml de leitelho
180g de melado de cana
Misture o melado com leitelho até dissolver. Reserve.
Misture as farinhas com trigo em grão, aveia, sementes, sal e fermento com uma colher. Adicione o leite e misture com uns 3-4 minutos com espátula.
Coloque em forma grande de pão (19 X 9 largura X 7 altura cm - ou bolo inglês untada com óleo e polvilhada com fubá).
Leve ao forno na grade mais alta à 160°C por 1 hora (não pré aqueça, comece a cocção com o forno frio).
Cubra a forma com folha de alumínio ou papel manteiga e volte ao forno por mais 1h. Desligue o forno e deixe o pão dentro repousando por 1 hora.
Desenforme, esfrie completamente sobre grade (se achar que está pouco úmido, embrulhe ainda morno com filme plástico até esfriar).
Corte em fatias finas com faca lisa e afiada. Mantenha o pão na geladeira.

Os dois sabores de smørrebrød:

Gourmandise smørrebrød de surubim defumado ovo semente de mostarda cornichon e picles de cebola roxa

Queijo de cabra  fresco cremoso + Alcaparra + dill fresco + fio de mel + tomate cereja + farofa de pão  (use as pontas do pão de centeio esfareladas douradas lentamente no azeite na frigideira) + pimenta do reino + flor de sal

Surubim defumado + Ovo cozido (depois que a água ferver, contar 5 minutos e desligar, descasque e corte em quatro) + Semente de mostarda crocante (doure em fogo baixo na frigideira até ficar crocante) + Cornichon (fatiado) + “Picles” Cebola roxa (corte uma cebola roxa ao meio e fatie finamente, misture com uma pitada de açúcar, sal a gosto, 1/4 de pimenta dedo de moça fatiada e 1-2 colheres de vinagre de vinho tinto - depois de 10-15 minutos, escorra e sirva) + pimenta do reino + flor de sal



O Veuve Clicquot combinou melhor com a versão de queijo de cabra. Para o surubim seria melhor um Champagne mais potente e maior tempo de autólise ou um Jerez Fino. Ainda assim, o Champagne cumpriu muito bem a função de "limpar o paladar".

Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Le Vin au Blog disse…
Oi, Nina! Oi, Marcel!
Estamos terminando o post agora. Gostei muito da primeira combinação também. Fazia tempo que não comia um pão tão bom. :) O nosso ficou um pouco mais escuro. Acho que o Claudio colocou um pouco a mais de melado. Mesmo assim ficou ótimo.
Bjs,
Rafaela

Postagens mais visitadas