Guloseimas de Garibaldi

Durante uma rápida viagem ao Rio Grande do Sul, o Marcel aproveitou para visitar uma feira que ocorre aos sábados na Praça Loureiro da Silva em Garibaldi. Cada semana, uma associação diferente expõe os seus produtos ao público e, naquele fim de semana, o Clube de mães Rosa Viva colocou a venda: biscoitos, massas caseiras, pães, verduras e legumes.

forno à lenha

os biscoitos (crostolis e de goiabada)

Comer essas guloseimas gaúchas me recordam as férias de faculdade que passei lá Sul do Brasil com a amiga R.
Ainda sinto saudades daquele Arroz de carreteiro (que nunca consegui fazer igual), da colherada de doce de leite com nata, da chimia no cacetinho, do Xis imenso (e compartilhado em quatro pessoas), do Crepe da Barra em Imbé, de tomar Sol na praia de costas para o mar, da pastelina e, é claro, das rodas de chimas.

Postado por Nina Moori.

Comentários

Anônimo disse…
Nina,

Quantos anos tens? Eu também frequentei Imbé e comia a crepe da barra depois de danças a noite inteira naqueles bares da orla.
Fiquei encantada com a tua declaração ao Rio Grande do Sul.

muitos beijos,
Mari.
espressa-mente! disse…
reconheço na foto o tradicionalissimo "biscoito" calça virada! Minha mulher, gaucha me faz fazer um desvio de 20km para come-los! deve ser muito bom! rs..
Nina,
eu tomei coragem e trouxe dessa feira um espaguete fresco (isso mesmo!) que a mamma italiana tinha feito naquele dia, e um vidro de molho de tomate orgânico. Além do biscoito que eles chamam de grostoli, meu marido chama de crostolli e eu chamo de 'cueca virada' mesmo.
O macarrão (que cozinhou em 2 minutos) foi comido no domingo e faz a gente se perguntar como eles conseguem, sem sêmola de grano duro nem nada.
Estava EXCELENTE!
Parabéns pelo blog!
Gourmandise disse…
Mari,
Fui para Imbé por três anos seguidos, durante a faculdade.

Espressa-mente,
20 km não são quase nada perto de poder comer algo que nos recorda a infância...rsrs

Silvia,
Não acredito que o Marcel não trouxe nem um pacote desta massa fresca para casa! rsrs
A nona de um primo preparava uma cueca virada fantástica. Nunca mais comi igual...

bjos,
N.

Postagens mais visitadas