Solar do vinho do Porto 2010

Com certo atraso, vai aqui um breve relato sobre a última degustação do Solar do Vinho do Porto. E vale a pena relatar a experiência pois foi possível realizar um interessante comparativo entre as safras 2005 e 2007 dos vinhos tintos do Douro.



Foram sete amostras da safra 2005, onde se destacaram Domingos Alves de Sousa Reserva Pessoal (floral, madeira na medida, taninos e acidez presentes e equilibrados - 91 pts), Quinta da Fonte Nova Grande Reserva (levedura, mineral, taninos finos, fruta madura e cacau - 90 pts) e Pintas Character (mais fruta, boa acidez e menos extrato - 89 pts).
Da safra 2007, foram doze amostras onde os destaques foram: Quinta do Vale Meão (café, levedura, frutas integrada à madeira tostada e grande presença em boca - 93 pts), Quinta da Touriga-Chã (ervas secas, ótima acidez, untuoso, nota de violeta e tostado elegante - 91 pts) e Duorum Reserva Vinhas Velhas (violeta, fruta macerada, grafite, taninos finos, estilo mais sério - 90 pts),
De forma geral, os 2005 mostram a fruta mais madura com vinhos mais potentes, enquanto 2007 mostram grande frescor, estilo mais elegante e floral.


Para finalizar, foram servidos três Portos de exceção: Casa Santa Eufêmia Tawny 30 anos (passas brancas, nozes e amêndoas, untuoso e leve toque de frutas vermelhas), Real Companhia Velha Colheita 1977 (acidez e vivacidade excelentes, amêndoas, laranjas cristalizadas e passas) e Krohn Colheita 1968 (um pouco mais caído, álcool potente, notas de melaço com figo seco).

Postado por Marcel Miwa.

Comentários

Anônimo disse…
Como faço para participar destas degustações?
Gourmandise disse…
Normalmente a assessoria de imprensa entra em contato com os participantes.

att,
N.

Postagens mais visitadas