Maturando queijos III


O afinamento deste queijo meia-cura teve início no mesmo dia que este outro. O anterior foi aberto com três meses de maturação, para este, arriscamos aguardar mais um mês de afinamento (já que estava mais firme que o primeiro). O produtor e local de afinamento foram diferentes para os dois queijos, e talvez por isto, os tipos de mofos que envolveram os queijos foram distintos.

Desda vez, o queijo continuou com a massa semi dura, concentrou o sabor salgado e os aromas do mofo estavam intensos, mas bem integrados ao conjunto mais potente deste queijo.


Uma das boas descobertas que o acaso nos proporcionou foi o resultado da boa combinação entre este queijo com o alho negro. A doçura e leve acidez do alho contrastou com o salgado do queijo e os aromas se complementaram.


Para acompanhar estes exóticos ingredientes, tentamos um vinho igualmente exótico (e ótimo): Ribolla 2000 Gravner - com uma inacreditável coloração quase alaranjada este vinho que é elaborado seguindo os preceitos biodinâmicos apresentou complexidade aromática única, boa acidez e surpreendente tanino. Para quem se interessar por mais informações deste produtor leia no Peripécias.


Seguimos o jantar com o vinho Clos du Tue-Boeuf La Caillère 2005 - já postamos anteriormente sobre a safra 2004 e Gazpacho confeccionado com tomates e pimentão orgânicos (talvez o melhor que já provamos na vida).

Faixa de preço: $$$$ (La Caillère) e $$$$$ (Gravner)

Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Dani Etoile disse…
Nina, engraçado, hoje postei uma receita de risoto de abobrinha com queijo meia cura. Mas na verdade, ele foi especialmente comprado para que eu fizesse a cura como li aqui e não tive coragem. Hoje vou comprar o queijo de novo, acho que desta vez vai!
beijinho,
Dani
Caio disse…
Vcs são uma inspiração, quero fazer tudo que tem aqui, rs, só não gostei desse monte de $$ que apareceu por ai.

Ps.: Visita ao Gabriel foi frustrada, todos deram para trás!!!
Flavia Pantoja disse…
Nina, a ideia do alho é realmente diferente e fiquei bem tentada. Alguma dica na preparaçao deste???

bjs e bom final de semana!
Flavia
Anônimo disse…
Eu compro o alho negro da Marisa Ono (ela entrega via Sedex): http://marisaono.com/alho_negro/

bjo,
Nina Moori.

Postagens mais visitadas