Alguns queijos, alguns vinhos

Já que esquecemos de fotografar o prato principal (Polenta di castagne con ragu di funghi), estamos publicando "apenas" os queijos e vinhos do jantar. De vez em quando, essas coisas acontencem. A Nina ficou desapontada ao "baixar" as fotos no dia seguinte e perceber que não havia fotografado esta polenta tão especial.
Estavam presentes no jantar C., A., F., D., Marcel e Nina.
Apreciamos um queijo semi curado de ovelha e vaca (massa mole) e um curado de cabra (semi mole), ambos portugueses com Pão de manjericão e linhaça.



Pão de manjericão e linhaça:
(um pão pequeno - 100% = 167g)
100% do Pierre (levain) em temperatura ambiente por 8h
6% de linhaça
1,7% de sal marinho
4% de manjericão branqueado (coloque em água fervente por 20 segundos, escorra rapidamente, coloque em água com gelo, escorra) picado
20% de farinha de trigo integral
80% farinha de trigo
50% de água
10% de suco de laranja
Misture os ingredientes secos. Faça uma cova e adicione o fermento natural e o suco. Una o manjericão. Acrescente a água, aos poucos, trabalhando a massa.
Deixe crescer em bowl untado e coberto por 2h. Sove e deixe descansar novamente por 2h. Modele e deixe crescer até dobrar de volume.
Asse à 200ºC com vapor. Esfrie em grade.

Vinhos da noite:

Clare Valley Riesling 2004 - Angove's, notas minerais intensas (pedra de isqueiro), zeste de limão e maracujá. A estrutura e untuosidade são bem mais pesadas que os alemães.

Etna Rosso "Guardiola" 2003 - Tenuta delle Terre Nere, um vinho único. A casta Nerello Mascalese propicia um esqueleto muito parecido com a Pinot Noir e o Terroir do vulcão Etna se manifesta de forma nítida.

Barbaresco Riserva 1995 - Marchesi di Barolo, escolhido especialmente para harmonizar com a Polenta di castagne con ragu di funghi. As notas terrosas e a boa acidez do vinho complementaram bem as características do prato.

A Polenta di castagne foi confeccionada com 70% de farina di castagne (farinha de castnha portuguesa) e 30% de polenta bianca, leite integral, sal e manteiga. O Ragu di funghi era composto por cebola, alho, cogumelo Paris fresco, Shiitake fresco, Shimeji fresco, Pleurotus salmão fresco, Funghi secchi, vinho branco e manteiga. Finalizado com Grana Padano e guarnecido por radicchio grelhado em azeite, com redução de balsâmico.

Faixa de preço: $$$$$ (apenas do Barbaresco, já que os outros vinhos da noite não foram adquiridos por nós).

Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Anônimo disse…
A vida de vocês é tão desagradável. Meus amigos não costumam comer bem assim. Muito menos beber.
Anônimo disse…
Bem difícil conseguir reproduzir estes janteres que posta aqui. Tantos ingredientes diferentes. Vocês bebem vinhos caros.
Gourmandise disse…
Por mais que adore ir a restaurantes, tenho a necessidade de cozinhar de vez em quando.
Muitos dos ingredientes que utilizamos são presentes de amigos.

abs,
N.

Postagens mais visitadas