Vini Vinci 2009

Em 2007, talvez por ser a primeira edição, a Vini Vinci contou com mais produtores e mais rótulos que a edição 2009. Ainda assim este tipo de evento é sempre uma boa oportunidade para se provar rótulos desconhecidos ou caros demais.
Separamos os rótulos que mais se destacaram em nossa opinião. Levamos em consideração somente a qualidade, não o preço.

Pallus 2005 - 100% Cabernet Franc, cultivada de forma orgânica, a caminho da biodinâmica. Ótimo atendimento de seu proprietário, Bertrand Sourdais, que também é enólogo do Dominio de Atauta

Errazuriz Wild Fermeted Pinot Noir 2006 - Boa complexidade e tipicidade com aromas limpos

Taurasi Vigna Cinque Querce 2003 Salvatore Molettieri - Estilo potente, estrutura compacta. Uma tipicidade alternativa aos mais conhecidos Sangiovese e Nebbiolo

Moccagatta Barbaresco Bric Balin 2004 - Ainda muito jovem, mas com bom equilíbrio e ótima intensidade e compexidade aromática

Chassagne-Montrachet 1er. Cru-Les Verges 2005 Camille Giroud - Com estrutura que lembra um tinto

Vosne-Romanée Camille Giroud 2004 - Boa complexidade e elegância

Quinta de Chocapalha Arinto 2008 - Ótima acidez e aromas citrinos

Guru white 2006 - Apenas para reafirmar que é um dos melhores brancos de Portugal que conhecemos

Pintas 2005 - Ainda muito jovem, mas com estrutura imponente

Mauro Vendimia Seleccionada 2003 - Uma aula de taninos

Viña Tondonia - Alguns especialistas criticam seu excesso de madeira e oxidação exagerada. Achamos que são vinhos que trabalham no limite saudável destas características. Personalidade e carater únicos.

Selbach-Oster Wehlener Sonnenuhr Riesling Auslese 2003 - O nível médio dos outros vinhos deste produtor era muito bom, mas este rótulo refletiu toda a mineralidade que se pode esperar em um vinho do Mosel.

Faixa de preço: $$$$$ (convite do evento por pessoa).

Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Bonsdegarfo disse…
Nossa, que maravilha! Faz tempo que não tomo um bom vinho.
=)
Bom fim de semana!
Patrícia

Postagens mais visitadas