Clos du Tue-Boeuf Frileuse 2005

Composto por 40% de Sauvignon Blanc, 30% de Chardonnay e 30% de Sauvignon Gris, é um dos vinhos que pertence à categoria de Vinhos Naturais. Isto é, além de não se admitir a utilização de insumos químicos (cultivo orgânico) nos vinhedos, a vinificação segue este mesmo princípio; as leveduras utilizadas são apenas aquelas que já se encontravam nas cascas das uvas e nem mesmo SO2 é utilizado.


Bem, e o que isto muda no aroma e sabor do vinho? O que podemos dizer é que muda bastante. O aroma de amêndoas lembrando um Fino, mel, floral e algo mineral. No paladar, notas de levedura e acidez marcante.

Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Ana Powell disse…
Hola Marcel e Nina
Anotei o nome do vinho pois o meu marido é bastante apreciador.
Eu gosto de bebidas doces x
Ray disse…
Sensacional a composição e a descrição desse vinho.
Bjos
Ray
Obrigado Nina, você sempre muito gentil. Geralmente não sou eu quem faço meu bolo não, a não ser ano passado, fiz um com framboesas, creme de lavanda e rosas cristalizadas. Este ano não vai ter bolo, decidi passar o dia sozinho, acho que é síndrome de Greta Garbo, "I want to be alone".
Silvia - BH disse…
Nina, e qual é a sua patisserie favorita? : ) E curiosidade, qual tipo de bolo ou torta prefere: frutas? chocolate? algum clássico?
Gourmandise disse…
Silvia,
Acredita que raramente vou a pâtisseries?! Aprecio os macarons do Le Vin, as trufas de chocolate da Arassiro, entre outros. Costumo saborear os doces feitos pelo chef pâtissier (Rodrigo Torres) de onde trabalho - gosto do acabamento que ele dá as confecções.
Prefiro os sabores clássicos, de paladar puro. Particularmente acho que muitos sabores numa mesma confeção atrapalham a percepção.

bjo,
Nina.
Silvia - BH disse…
Ainda não fiz nenhuma das suas receitas de bolo porque quero comprar uma balança pra fazê-las bem, mas como denotam um gosto refinado e ao mesmo tempo sóbrio! tal como diz preferir.

Postagens mais visitadas