Rolhas de espumante

Já que na passagem de ano o costume é abrir uma (no mínimo) garrafa de espumante, inauguramos 2009 com um post sobre as rolhas de espumantes.
Da esquerda para a direita: rolha de Prosecco antes de engarrafar, rolha de Cava recém engarrafada (de 1 a 3 anos) e rolha de Champagne após longo tempo de engarrafamento (mais de 5 anos).



As rolhas para espumantes são normalmente compostas por três camadas: a primeira que entra em contato com o líquido é a de melhor qualidade, a segunda de qualidade intermediária e a parte que fica do lado externo da garrafa é composto por aglomerados de rolha.


Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Valentina disse…
Achei muito interessante saber da composição das rolhas para espumantes.
Ana Powell disse…
Olá Nina
Votos de um 2009 cheio de saúde, amor e "algum" para se ir gastando.
Aprendo sempre algo novo quando venho visitar-te.
Beijocas
Anônimo disse…
ola , por favor voce sabe como elas sao colocadas na garrafa e como ficam com esse formato ?

grato idolo giusti neto

idolo_giusti@hotmail.com
Gourmandise disse…
Idolo,
A cortiça é formada por alvéolos que permitem a compressão da rolha em cerca de 50% do volume. Existem máquinas acionadas manualmente (como uma alavanca) e máquinas automáticas que encaixam a rolha na garrafa pela compressão.

abs,
M.

Postagens mais visitadas