Solar do Vinho do Porto II

O último jantar do ano promovido pelo Solar do Vinho do Porto-SP foi realizado dia 30 de outubro, no restaurante Julia Gastronomia.



Começamos com uma apresentação especial dos vinhos da Quinta do Crasto. Provamos em primeira mão o Crasto branco 2007, seguindo com Crasto tinto 2007, Vinhas Velhas 2006, Xisto 2004 e Touriga Nacional 2005.



Na minha opinião, o destaque foi o Xisto 2004 pelo equilíbrio e pelo conjunto muito bem integrado.
O jantar seguiu após a degustação destes vinhos. A entrada foi composta por um trio de empanadas, nitidamente assados em forno à lenha. Sabores: berinjela (com bom aroma defumado), frango com erva doce (harmonizou muito bem com o Touriga Nacional 2005) e pato (bem confeccionado).



Como prato principal foi servido Ragù de cordeiro com polenta. Um cozido rústico que combinou com os vinhos.



Com os pratos acompanharam os vinhos: Altano reserva 2005, Casa Santa Eufêmia Grande Escolha 2003, Calços do Tanha tinto 2005, Vila Jusã 2003 e Novus 2004.
Para finalizar, uma Torta de ganache amargo com sorvete de baunilha e coulis de frutas vermelhas. Sobremesa muito saborosa, com chocolate bastante intenso e acompanhada dos Portos LBVs: Taylor's 2001, Casa Santa Eufêmia 2002 e Noval 2001. Como surpresa, tivemos ainda um Porto Vintage 2004 da Quinta do Crasto.




Marcaram presença: José Luiz G. Pagliari, Didú Russo, Ennio Frederico, Sérgio de Paula Santos, Roberto Gerosa, José Oswaldo Borges, José Ivan Santos, Alexandre Rodrigues, Alexandre Bronzatto, Miguel Icassatti, Jorge Carrara, entre muitos outros.
Parabéns a José Maria Santana e Cristina Neves pela realização.

Postado por Marcel Miwa.

Comentários

Tão bebendo mal, hein? Quinta do CAstro, Xisto, Porto Vintage. Que beleza!!!

CONFRARIA BRASILEIRA DE ENOBLOGS
Vou sugerir mais um argentino para 1º de dezembro: Argento Reserva Bonarda 2007.
Pelo menos em Curitiba o tenho encontrado em várias redes de mercados e não me lembro da Confraria ter provado essa uva ainda.
Brindes
Leonardo
vivaovinho.blogspot.com
Diogo disse…
nossa, eu falei sobre o julia semana passada. tava louco pra saber mais dele. que legal poder conhecer um pouco mais, o que só aumentou a minha curiosidade :-)

bjos
cupido disse…
Belo jantar e belos acompanhamentos. Não conheço o touriga. Nesse lote destaco claramente o xisto. O Crasto Vinhas velhas também é excelente.
Gourmandise disse…
O Touriga Nacional passou 18 meses em barrica, como pode-se imaginar, está ainda muito fechado. Mesmo assim apresenta ótima tipicidade e intensidade.

O Xisto realmente foi o destaque.

O Vinhas Velhas nesta safra, 2006, corresponde ao Vinha da Ponte. O produtor decidiu não engarrafar o Vinha da Ponte em 2006, preferiu classificá-lo como Vinhas Velhas.

abs,

Marcel Miwa.

Postagens mais visitadas