Pizzas...

Nossa amiga F. embarcou para uma temporada em Paris. Um belo jantar, bons amigos, vinhos e charutos. Uma noite memorável!

Iniciamos com uma infinidade de queijos: Brie, Reblochon, Roquefort, Edam, Serra da Estrela (que acompanhou um Porto ao final), Grana Padano... e mais alguns que mal lembramos o nome.



Destaque para o Pâté de Foie com Caramelo de Gewürz da Alsace. Combinação excepcional! Infelizmente difícil de repetir porém excepcional.



Seguimos com as Pizzas e uma Calzone:
(para 15 discos de 30cm de diâmetro - 100% = 2.000g)
100% de farinha de trigo
50% de sêmola di grano durum
1,5% de fermento biológico instantâneo
1,2% de sal marinho
50% de cerveja tipo Pilsen temp. amb.
9% de azeite
água (se necessário)
Misture os secos, faça um vulcão, una o azeite e incorpore a cerveja, aos poucos. Trabalhe a massa até obter uma rede de glúten.
Cubra de deixe descansar por 2h ou dobrar de volume.
Divida em porções e boleie. Mantenha coberta.
Abra (sobre superfície polvilhada com semolina ou fubá) apenas na hora de usar.
Um bom forno à lenha faz toda a diferença do mundo!






Ao final um Vegas Robaina Don Alejandro, um Double Corona inesquecível.



Dúvida sobre os pesos e medidas dos ingredientes? Clique aqui.

Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Letrícia disse…
Fantástica, essa massa de pizza. Assim que a fase mais rigorosa da dieta passar, quero fazê-la aqui em casa!

Beijos!
Mariângela disse…
Oi Nina! tu já ouviste falar de usar água com gás para fazer a massa da pizza? ganhei uma receita assim e nunca lembro de testar,agora vendo esta me lembrei,beijo!
Nysa disse…
e tens muita razao... um forno de lenha faz toda a diferenca ;-)
Gourmandise disse…
Pode susbtituir metade da cerveja por água.

Acho que a água com gás deve deixar a massa crocante. Uso a cerveja porque tem o gás junto com o álcool que concede uma textura crocante. Nem costumo acrescentar açúcar ou mel, já que a cerveja tem açúcar.

Com um forno á lenha se faz milagres!


bjos,
N.

Postagens mais visitadas