Lingua de pato

Uma das várias iguarias que encontramos na Liberdade é a língua de pato à moda chinesa.



Foi cozida com shoyu, açúcar, sal e pimentas.

Postado por Nina Moori.

Comentários

Leo disse…
Nossa, nunca comi. Vou procurar da próxima vez que for à liberdade.
Odete disse…
Vi muito pela China, mas sou meio pick nao tive vontade de comer.

bjs
Ana Powell disse…
Nunca comi linguas de pato.
A minha mãe costumava fazer lingua de vaca estufada e era bem bom.
Muito trabalhoso pois tinha que ferver a lingua e tirar-lhe a pele.
Possivelmente comería estas também.
Beijinhos
clau disse…
Nossa...!
Nem imaginaria uma coisa assim, tanto, que demorou para me "cair a ficha".
Li lingua-de- "gato", hihihi.
Mas achei meio tortinhas para serem as de chocolate e ai, pensei, sao os biscoitinhos!
Nao...é lingua mm!
Creio que estas eu nao me aventuraria nao, que pato para mim é pet.
Bjs!
pipoka disse…
Até há bem pouco tempo nem sabia que se comiam as línguas de pato. Soube recentemente, lendo o livro de Bill Buford aqui chama-se "A Ferver", mas penso que no Brasil o título é "calor".

bjs
Claudia Rumi disse…
Nos restaurantes cantoneses(Chifu) eles seervem com o bico junto e frito e os chineses comem com tanta delícia que uma vez , ao perguntar que prato era aquele , eles nos ofereceram, mas estavamos na sobremesa e recusamos.Vou comer!!!
bj
claudia rumi

Postagens mais visitadas