L'aperô

Após tanto flertar com este bistrot finalmente surgiu a oportunidade de conhecer. Em uma só palavra: surpreendente! Ambiente que traduz o conceito de bistrot (pequeno, simples e aconchegante), cardápio enxuto com preço convidativo, atendimento simpático e informal, por vezes feito pelo próprio dono, que também comanda a cozinha. (Ufa! Atendente, chef e proprietário. É quase como bater o escanteio, correr para a área, cabecear e fazer o gol!)
Mas o que mais nos surpreendeu foi a qualidade dos pratos. Entradas, saladas, principais e sobremesas muito bem confeccionadas.


Salada com brie, nozes e Parma (todas as saladas acompanham folhas e batatas com alho e bacon)

Rillete de pato (excepcional)

Terrine mista – au poivre (esquerda) e foie

Filet au poivre (molho bem feito e ponto da carne perfeito)

Lulas (molho marcante)

Confit cuisses canard (sabor e textura eram muito melhores que a apresentação)

Crumble (muuuuita especiaria – toque mediterrâneo)

Crème brûlée (cocção além do ponto tornando um pudim)

Tarte Tatin (B & B – bom e bonito)

Vinhos da noite: Louis Bouillot Crémant de Bourgogne, Macon-Villages 2004 Verget, Carmen pinot noir e Barranc dels Closos 2002 Mas Igneus (a casa cobra R$12,00 a rolha, muito justo).

Postado por Marcel Miwa e Nina Moori.

Comentários

Bia disse…
quantoooss pratos bacanas menina!
Conseguiram dar conta?
Gourmandise disse…
estávamos com mais três amigos!
bjo,
N.
Laudo Arthur disse…
Parabéns pela fidelidade da descrição. A comida é muito boa, o preço é honesto, o lugar é aconchegante, e quando há musica francesa ao fundo (normalmente aos sábados) fica ainda mais interessante. Vale a pena conferir.

Postagens mais visitadas