Vertical Caballo Loco

Na última edição da revista Gula (12/2007), saiu a matéria sobre a degustação vertical (mesmo vinho de várias safras diferentes) do vinho Caballo Loco da Valdivieso (Chile). Tive o prazer de participar desta degustação. Este tipo de degustação é muito didático para mostrar o poder de envelhecimento do vinho, a diferença nas condições de safra e estilo dos enólogos.


Uma das curiosidades deste vinho é que não é safrado, cada ano o vinho é produzido com um blend da safra atual com a safra anterior. Por exemplo, o nº6 foi feito com vinhos da safra 2000 e 2001; o nº7 com vinhos da safra 2001 e 2002, e assim por diante...
Outra curiosidade é a evolução “alcoólica” dos rótulos, o nº1 possuía 12,5%; o nº4, 13,5%; o nº8, 14% e o nº9, 14,5% de álcool. Aquecimento global ou o gosto do consumidor...?
O último fato curioso é que nem a vinícola tinha em seus estoques o nº1 e o nº2, tiveram que comprar de um colecionador britânico, pagando valores “de colecionador”.
Meus favoritos foram o nº1, nº4 e nº9. Todos eram muito elegantes, com boa complexidade e tipicidade chilena (eucalipto e frutas muito maduras).





Postado por Marcel Miwa.

Comentários

Miss Slim disse…
Minha querida Nina (não se importa que a trate assim ?), não tem que agradecer é mais que merecido - Ainda bem que gostou :)

Foi mesmo de coração.

Um Super 2008, Cheia de Muita Luz e Paz.
Roberson disse…
Li a matéria na Gula. Os "blends" foram mudando ano a ano e nos últimos a Carmenere substituiu a Pinot Noir. Os cortes deixaram os vinhos com cara de velho mundo??
Gourmandise disse…
Roberson, fazendo uma certa analogia, achei que os mais antigos (1-4) possuem um estilo mais semelhante aos bordeaux da margem esquerda (com frutado mais fresco e aromas terciários equilibrados); enquanto os mais recentes possuem um estilo mais semelhante a St. Emilion (frutado à compotas, tosta intensa e mais exuberante). Qto à cara de velho mundo, acho muito difícil responder...rs (até a Jancis Robinson comentou da dificuldade hj em dia de fazer esta comparação).
abs,
Marcel.
claudio disse…
Vou abrir para degustar 02 caballos locos (nºs 06 e 08). Gostaria de saber se este vinho deve ser decantado e qual a melhor harmonização para um jantar com estes vinhos.

Cláudio
Gourmandise disse…
Claudio,
O Marcel recomendou decantar.
Carne vermelha com algum molho encorpado (sabor concentrado), pouco sal (pq o vinho libera álcool). Aguenta algum toque adocicado e pimenta preta no molho.

bjo,
N.
Gourmandise disse…
Ah, pode ser tbm uma linguiça de cordeiro acompanhada de lentilhas do Puy com bacon.
Lu Ferreira disse…
Agora entendi por que adorei um Caballo Loco número 10 comprado no Chile e nem tanto de um número onze comprado em Brasília!
Boa aula, obrigada!
Luciana

Postagens mais visitadas