Suplicy Café


O Brasil cultiva café há muito tempo. Mas somente de uns anos para cá, que o café recebeu lugar de destaque na categoria Gourmet. Muitos produtores surgiram e os antigos produtores buscam melhorar seu produto. O público está se tornando cada vez mais exigente.

Considero uma arte a confecção de um bom café (tenho vontade de fazer um bom curso de barismo...quem sabe um dia): buscar o blend perfeito, torrefação correta, moagem, regular uma máquina corretamente, desenhar sobre um cappuccino...
Atualmente o meu café preferido é o servido no Suplicy Café, um espresso curto (normalmente peço duas doses), concentrado e equilibrado.

Postado por Nina Moori.

Comentários

Como te contei faz pouco tempo que sou uma apreciadora de café e o Suplicy é uma grande lacuna. Todos falam muto bem. Preciso conhecer.
Bjs
Com esta febre de cafés invadindo São Paulo, esta casa vc não pode deixar de conhcer. aliás sou da opinião que precisa conhecer de tudo, mas não necessariamente gostar de tudo.

bjo,
Nina.
Vinni disse…
Nina,
A-m-e-i o post sobre um bom café...assim aprendo mais e experimento mais tb..:]
Já que 'cafezin' é contigo, depois passa na minha cozinha que sirvo um 'bolin', tá?!
Beijinhos!
espressa-mente! disse…
é o meu preferido tambem quando vou a sao paulo. prefiro o ambiente do santo grao é bem verdade, mas o grao (santa isabel) do sup. é imbativel..alem do que, é tirado numa autentica marzocco.
Marizé disse…
Gosto muito do cafá brasileiro, sou aperciadora de café, como aliás, a maioria dos portugueses.

Beijocas e bom fim de semana
Flor de Sal disse…
Um bom café aquece a alma!
Laurinha disse…
Humm, bom saber, anotado!
Beijinhos,
Vinni, um cafezinho com um pedaço de bolo são sempre bem vindos!

Carioca, eu não entendo nada de café. Só sei dizer de qual gosto e qual não gosto...rsrs
Vc que aprecia há mais tempo e já tem savoir- faire na área, pode explicar a complexidade de uma degustação de cafés.

Marizé, muito raro um brasileiro não gostar de café! Muito mesmo!

Flor de sal, por aí que já esfriou o clima, ajuda a aquecer. Aqui, faça sol ou chuva, todos tomam muito café! rsrs

Laurinha, vale conhecer esta casa.

bjos,
Nina.
Cris disse…
Eu não conheço ainda, mas pelo que vi tem no Iguatemi, qualquer dia que visitar SP eu passo lá! Nina, o legal de seus posts está no complemento dos comentários, o do panetone por exemplo está cheio de informações preciosas e detalhes que você passou, muito jóia. Bjs!
Carolina Arêas disse…
Huummm, morro de saudades do Pilão. O café aqui no Canadá é tão aguado! Só na Starbucks dá para beber algo mais encorpado.

Beijso!
Meu café expresso predileto é servido no boteco ao lado de casa mesmo. Mas eu prefiro "lungo", que é um pouco mais longo que o normal. E o capuccino deles é café com leite simples.
Valentina disse…
Vou fazer contigo pois também adoro um bom cafe. e é raro.principalmente por aqui.muitas casas de café mais poucas que fazem um café decente.um capuccino aqui 'e caro. £1.80.
Cris, já fui ao do Iguatemi, tbm é bom, mas prefiro o ambiente da Lorena.

Carolina, eu gostava do pilão, mas peguei uma "birra" deles por causa de uma demonstradora muito mal educada e incompetente. Uma pena, mas acho que o MKT dessas gds empresas precisam prestar atenção em quem contrata para expor o produto deles.

Allan, o cappucino correto é confccionado apenas com café e leite (espuma) certo? Vc deve conhecer bem por morar na Itália...

Valentina, isso me surpreendeu! Imaginava que os ingleses fossem exigentes com o café (assim como são com o chá, cerveja e vinho).
Acredito que por aqui, a tendência é melhorar cada vez mais!

bjos,
Nina.
Anônimo disse…
Eu sou italiana e faz um par de meses que moro em São Paulo.
Apesar de gostar do típico café brasileiro da manhã, às vezes sinto falta de um verdadeiro espresso italiano que não foi fácil de encontrar.
Atè agora, sem duvida o melhor, o encontrei no bar da Libraria Cultura na Avenida Paulista. (importante, eu falo sò do espresso)
O lado da caixa se pode escolher o tipo. Na minha opinião, o café forte, aquele na "bolsinha" verde, é o melhor entre todos.

Em todos os outros lugares o café estava queimado ou muito quentes.

A temperatura da agua na máquina do café é crucial para o sucesso do café expresso. Geralmente en toda a América do Sul as máquinas são reguladas com uma temperatura demasiado alta -não entendo o porqué-.

Na Italia hà parâmetros precisos por fazer um bom café, vou a escrever-os depois, mas por uma pessoa que bebe e não deve facer, essos são os mais importantes.

- você acha que o café deve ser capaz de ser tomado imediatamente quando servido

- tem que ter uma espuma fina marrom claro que cobra a superficie toda, sem bolhas alguma.

Na sua foto eu penso que é evidente que o café não pode ser bem feito... (disculpe!)
:)))

AS REGOLAS DOS BARES :

1. Uma única dose de café expresso exige 7g (14g para uma dose dupla)

2. Calibração do moedor distribuidor: uma dose de café expresso, dois para café dobro

3. Parâmetros da máquina de café expresso:
- Caldeira de pressão: 0,9 a 1,0 bar
- Pressão da bomba: 10/08 bar
- A temperatura do bico: 88-92 ° C

4. Extração de café espresso deve conter 25-30 ml de café e deve ser extraído em 25 segundos a partir do momento em que a bomba está ligada.
(60 ml em 30 segundos para um expresso duplo)

A sub-extração é o resultado de: macinado pouco pressionado, muito pequena dose de café, moagem demasiado grande, filtro frio .
Excesso de extração é devido a: uma dose muito alta, macinado muito fino, temperatura da água muito alta.

5. Percolação de café: a descida do café deve ser semelhante a mel escorrendo de uma colher.

6. Café cores: marrom avermelhado, às vezes com "faixas" mais escura.

7. Crema Café: de 2-3 mm, fina e sem bolhas de ar

8. Duração do creme de leite: açúcar deve flutuar sobre ele por alguns segundos antes de afundar lentamente.

9. O sabor do café: aromático, encorpado, com uma pitada de amargura e um longo final de boca.

10. Cuidados de café: café moído perde o seu sabor muito rapidamente. Esvaziar e limpar o alimentador de todas as noites com uma escova. Sempre jogue fora o primeiro par de doses tomadas a partir do moinho de café ...
Gourmandise disse…
Muito obrigada pela aula de espresso!
Fiquei ansiosa em experimentar o café que recomendou.
O Suplicy já foi bom, mas na última visita, o sabor era quase salgado. Não sei a razão, talvez problema com a qualidade do grão ou higienização da máquina. O preço está cada vez mais alto e o serviço mais relaxado.
Caso encontre algum outro local com bom espresso, por favor nos comunique via comentário aqui no blog ou se preferir, envie-nos um e-mail: gourmandisebrasil@hotmail.com

abs,
Nina Moori.

Postagens mais visitadas