Grande Prova de Vinhos Portugueses 2007


A Viniportugal e a AICEP Portugal Global promoveram ontem (01 de outubro), na FECOMÉRCIO, uma degustação de vinhos portugueses. Estavam presentes 25 importadores de vinhos de diversas regiões.


Na primeira volta, demos ênfase para os vinhos que ainda não hávíamos provado. Na segunda volta, degustamos os rótulos já conhecidos e preferidos.



No geral, os destaquem foram:

Espumante Vértice 2000, o campeão da categoria na Expovinis 2007;
Paulo Laureano Premium 2004 tinto, o primeiro rótulo que ele assina com o próprio nome;
Foral de Évora 2004 tinto, não conhecíamos e tivemos uma boa surpresa;
Herdade da Comporta 2004 tinto, que já havíamos degustado na Expovinis;
Grandjó Reserva 2003 tinto, ótima relação custo/benefício;
Ensaios FP 2005 branco, da Filipa Pato, filha de Luis Pato, um branco com participação da casta bical, ultimamente minha casta favorita;
Quinta das Tecedeiras Reserva 2003 tinto, um vinho considerado ícone pelas revistas Blue Wine e Revista de Vinhos de Portugal, faz jus à fama.

Algumas curiosidades:

Provamos um vinho verde tinto finalmente, o Arca Nova 2006. Valeu para matar nossa curiosidade...

Degustamos o Licor de Ginja D´Óbidos. Produzido com a fruta ginja (um tipo de cereja selvagem nativa de Portugal), que tanto ouvimos falar e ainda não conhecíamos. Gostamos muito e ficamos imaginado como casaria bem com um bolo de chocolate.

A Aguardente vínica Adega Velha que provamos no stand da Interfood produzido pela Quinta da Aveleda, apresentou nuances de Cognac (destilada nos moldes do Cognac em alambiques tipo pot e envelhecida por 10 anos em carvalho francês de Limousin).

Postado por Marcel Miwa.

Comentários

Marizé disse…
Que bom ver um pedacinho de Portugal aqui.
Nina você tem razão, licor de ginja "casa" muito bem com chocolate, e a ginjinha de Òbitos é verdadeiramente especial.
Beijocas
Laurinha disse…
Gostei de 'na 1ª volta ...e na 2ª volta...' engraçado que tb sou assim, primeira vista d'olhos para sapear o que tem, 'experimentar' os novos, e depois degustar os já conhecidos...
Beijinhos,
Agdah, para mim foi uma oportunidade de conhecer mais alguns rótulos portugueses!

Marizé, pretendo adquirir uma garrafa desse licor e usar em bolos e outros doces...

Laurinha, tanto em feiras qto em exposições. Normalmente são muito vinhos nestas degustações, mesmo que não se engula, o paladar fica "viciado".

bjo,
Nina.
Anônimo disse…
A Ginja é boa!!! Eu tenho uma garrafa ca em casa comprada mesmo no castelo de Obidos. Bj Branca5
Branca, este é meu próximo intem de consumo. Pretendo adquirir uma garrafa e experimentar puro e com várias outras coisas (bolinhos, mousse, torta, etc).
bjo,
Nina.
fezoca disse…
eu adoraria participar de um evento desses. :-) beijo,
Virtual Chef disse…
Quase tão bom como o Licor de Ginja de Óbidos é o doce de Ginga que a minha mãe faz e quase tão imperdivel quanto estes dois é o Festival Internacional do Chocolate que se realiza todos os anos no Castelo de Óbidos(http://www.festivalchocolate.cm-obidos.pt/. Por isso a ginja liga tão bem com o chocolate...!
Fezoca, mas vc mora tão perto de ótimas vinícolas...quem dera poder conhecer todas! Gosto de ir a esssas degustações, mas nem sempre o produtor vem junto (com seus vinhos). Conversar com quem fez o vinho é completamente diferente...perceber o carinho, a dedicação o respeito pelo produto de qualidade...


Virtual chef, aí é covardia! Mesmo que eu encontre um doce de ginja, o sabor deixará a desejar...um doce feito por mãe é incomparável.
Nossa, nem sabia do festival, na hora que experimentei o licor pensei no chocolate!

bjos,
Nina.
Rita disse…
olá! Tem razão quando diz que a Ginjinha "casa" muito bem com o chocolate,uma vez que em Óbidos este licor é servido em pequenos copinhos de chocolate. Assim, depois de degustar a ginja ,não há nada melhor que comer a tacinha:D
Rita, preciso com urgência (rs) experimentar a Ginja com chocolate! Todos os portugueses me deixaram com água na boca...

bjo,
Nina.
Rita disse…
sim, é óptimo:D tem o paladar do mon cheri , mas consegue superar:D
Rita disse…
É verdade, quae me esquecia de referir que óbidos tem um ginja que é de chocolate (parece que sabe a mon cheri) e a outra é a ginjinha muito conhecida. Ambas são boas, mas não há nada melhor que a verdadeira ginjinha:D
rita, terei que me contentar com a bebida que vende no Brasil...o dia que for para Portugal, eu consiga provar todas essas delícas que leio nos blogs e sites!
bjo,
Nina.

Postagens mais visitadas